Goldman libera R$ 400 mi ao Mercado Livre para ampliar oferta de crédito

Goldman libera R$ 400 mi ao Mercado Livre para ampliar oferta de crédito
O Goldman Sachs financiou R$ 400 milhões em empréstimos do Mercado Livre a pequenos negócios

O grupo financeiro norte-americano Goldman Sachs concedeu uma linha de crédito de R$ 400 milhões para financiar empréstimos do Mercado Livre (NASDAQ: MELI) a micro e pequenas empresas no Brasil.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Conforme comunicado divulgado nesta quinta-feira (23), os recursos serão liberados por meio do braço de serviços financeiros do Mercado Livre, o Mercado Pago.

A instituição financeira norte-americana comunicou que a linha de crédito é uma das maiores das quais já concedeu para uma fintech no Brasil. O Goldman Sachs forneceu, no ano passado, um empréstimo de US$ 125 milhões (equivalente a R$ 688,75 milhões) ao Mercado Livre no México.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“Estamos extremamente entusiasmados em continuar a parceria com o Mercado Livre na democratização dos mercados financeiros da América Latina e no fornecimento de crédito às empresas e comerciantes que hoje não têm acesso”, afirmou o diretor geral e chefe de tecnologia, mídia e telecom para a América Latina do Goldman Sachs, Santiago Rubin.

Mercado Livre visa amparar pequeno empreendedor no Brasil

“O investimento da Goldman Sachs nos ajudará a seguir com o objetivo do Mercado Pago de democratizar o acesso aos serviços financeiros e ao crédito na América Latina. Grande parte dos vendedores que atua no Mercado Livre e no Mercado Pago é formada por micro e pequenas empresas que não possuem acesso ao sistema financeiro tradicional”, declarou o vice-presidente sênior do Mercado Crédito, Martín de los Santos.

“Com um clique e sem burocracia, os vendedores acessam o crédito de forma 100% digital e isso explica porque 80% deles voltam a tomar crédito conosco”, acrescentou o executivo.

O Mercado Pago possui atuação no no Brasil, na Argentina e no México. O braço financeiro do Mercado Livre informou, em abril, que estava ampliando uma linha de crédito de R$ 600 milhões para prestar suporte às pequenas empresas em meio aos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião