Negócios

Após saída da Delta Airlines, Gol avalia nova parceria americana

0

Em conferência com os investidores, nesta quinta-feira (10), o diretor financeiro da Gol, Richard Lark, informou que esta avaliando parceria com outra companhia aérea americana.

O comunicado faz referência ao término da parceria entre a Gol com a Delta Airlines, em setembro. Lark afirmou que a americana contribuía apenas US$ 1 milhão por mês das vendas da companhia. A empresa aérea brasileira já havia afirmado, após a saída da Delta Airlines, que sua composição acionária não teria impacto financeiro.

No dia 27 de setembro, a Gol afirmou que a participação da companhia norte-americana gerou somente cerca de 0,3% de sua receita total. O fim do acordo entre as duas empresas ocorreu após a Delta comprar parte da Latam, principal concorrente da brasileira.

“A Delta foi uma ótima parceira da Gol e desejamos-lhe sucesso. Valorizamos nossa parceria com a Delta e estamos felizes em ver essa contínua confiança no mercado de aviação da América Latina”, dizia o comunicado.

União de Delta e Latam afeta Gol

A compra de 20% da Latam Airlines Group pela americana Delta Airlines por US$ 1,9 bilhão, ou US$ 16 por ação, deve dar músculos à aérea latino-americana e aumentar as vantagens competitivas da companhia em relação às suas concorrentes.

A proposta, anunciada no dia 26 de setembro, pegou o mundo da aviação de surpresa. Até então, a Delta era parceira da Gol, de quem detinha 9% do capital.

O objetivo da Delta Airlines é modificar o atual posicionamento da Latam, aumentando seu caixa ao reduzir a dívida da companhia, e injetar US$ 350 milhões para a compra de novas aeronaves, ajudando a modernizar a frota atual da empresa.

Confira Também: Gol cai mais de 2% com retirada de 11 jatos de operação

“Isso faz com que a Latam ganhe uma relevância internacional ainda maior, além de um incremento futuro no fluxo de caixa, coisa que nenhuma concorrente tem. Estão todas bem endividadas e a Latam, de uma hora pra outra, consegue reduzir isso”, disse uma fonte com conhecimento do setor.

Além disso, a Delta espera que o acordo com a Latam seja aumentado aos ganhos por ação até 2021, adicionando US$ 1 bilhão em crescimento de receita até 2024, segundo o CEO da Delta, Ed Bastian.

Última cotação

Por voltas da 12h, as ações da Gol registravam queda de -1,96% sendo negociadas a R$ 32,45.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.