Internacional

G20: Esforços redobrados na aplicação de impostos à gigantes digitais

0

Esforços deverão ser redobrados para aplicação de impostos à empresas como Facebook e Google, afirmaram os ministros da Economia junto aos presidentes dos Bancos Centrais de países que participam do G20, neste domingo (9).

“Redobraremos nossos esforços para uma solução consensual com um informe final para 2020”, afirmou o comunicado final do G20, segundo a AFP. O texto ainda fala sobre a intensificação das tensões comerciais internacionais.

Além disso, é proposto que os países do grupo criem um “sistema fiscal moderno e internacional” para fazer frente ao riscos que a guerra comercial pode trazer. Dessa forma, seria possível adaptar a tributação da economia tecnologicamente o que ajudaria no combate a evasão de impostos.

Brasil apresenta reforma

A delegação do Brasil apresentou a meta da reforma da Previdência para parceiros internacionais. A apresentação manteve a expectativa de economia de R$ 1,2 trilhão nos próximos 10 anos. O objetivo é de atrair investimentos estrangeiros com a principal pauta do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Saiba mais: Brasil no G20: reforma da Previdência é apresentada a parceiros

Além disso, a comitiva brasileira falou sobre endividamento bruto do governo que pode subir 25% em cinco anos, caso não haja a aprovação da reforma da Previdência.

Reunião dos países

A reunião que ocorreu em Fukuoka foi preliminar à cúpula que deve reunir chefes de Estados e governantes entre 28 e 29 junho.

Na cúpula, o presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump, e o presidente da China, Xi Jinping, devem se reunir. Ambos são líderes dos Estados que protagonizam a guerra comercial.

A reunião preliminar do G20 foi presidida por:

  • ministro das Finanças e vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso;
  • e o presidente do Banco Central do Japão, Haruhiko Kuroda.

Os países que compõem o G20 são: Estados Unidos da América (EUA); China; Japão; Reino Unido; França; Itália; Canadá; Coréia do Sul; Austrália; Rússia; México; Indonésia; Turquia; Arábia Saudita; Argentina; Alemanha; Brasil; Índia; África do Sul.

Compartilhe a sua opinião

Renan Bandeira
Renan Bandeira escreve sobre política e economia para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou em uma rede de televisão, onde fazia reportagens sobre os mesmos temas. Estuda na Universidade Metodista de São Paulo.