Confira os FIIs que mais pagaram dividendos em julho

Confira os FIIs que mais pagaram dividendos em julho
Veja os FIIs que mais pagaram rendimentos no mês passado

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) foram introduzidos no Brasil em 1993. Esses são fundos de investimentos fechados e sem resgate possível, porém os investidores podem vender suas cotas com o objetivo de investir em ativos imobiliários.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Alguns especialistas do mercado financeiro até consideram esse tipo de investimento menos arriscado do que outros, visto que os FIIs costumam ter uma remuneração recorrente e geralmente paga proventos mensais.

Frente a isso, o SUNO Notícias organizou a lista dos 5 Fundos de Investimentos Imobiliários que mais pagaram dividendos em julho.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

FIIs que mais pagaram rendimentos em julho

Confira os cinco fundos imobiliários que mais pagaram dividendos no mês passado.

1° TFOF11

O TFOF11 foi o fundo imobiliário que mais pagou rendimentos no mês passado, levando em consideração seu dividend yield’ (DY), que foi de aproximadamente 1,717%.

O fundo constituído em agosto de 2014, pagou R$ 2,37 em proventos aos seus 3278 cotistas. A data-ex, foi dia 14/7.

Esse é um fundo tem como principal ativo cotas de outros FIIs. Além disso é administrado pelo Hedge Investimentos DTVM Ltda.

2° NSLU11

Logo atrás do TFOF11, vem o NSLU11. O segundo fundo imobiliário que mais pagou rendimento as seus cotistas tem um DY de 1,44%.

O fundo pagou R$ 3,931 em proventos aos seus aos seus 5722 cotistas. Vale destacar que só receberam o montante aqueles cotistas que tinham os papeis no dia 7/7.

Esse fundo tem seus investimentos direcionados a aplicações do ramo da saúde. O FII Nossa Senhora de Lourdes foi constituído em março de 2006 e é administrado pelo BTG Pactual.

3° XPCM11

XPCM11 que manteve a posição em relação ao mês anterior, pagou R$ 0,85 por cada cota àqueles que detinham os papéis no dia 15/7.

Com um DY de 1,34%, O Fundo Imobiliário XP Corporate Macaé tem suas cotas negociadas na B3 e atualmente tem 25058 cotistas.

Ele foi constituído em janeiro de 2013, e é administrado pela Rio Bravo Investimentos. Além disso possui uma liquidez média de R$ 713,542.30.

4° PORD11

PORD11  foi o quarto fundo imobiliário que mais pagou rendimentos em julho e também manteve a mesma posição na lista em comparação a junho.

O fundo imobiliário Polo Recebíveis Imobiliários II registrou um Dy de 1,08% no mês passado, pagando RS 1,004 em proventos por cada cota aos cotistas com papéis em 7/7.

Além disso, ele é constituído sob a forma de condomínio fechado e foi constituído em setembro de 2012. É administrado pela Oliveira Trust e conta com 3225 cotistas.

5° FEXC11

O último fundo da lista é o FEXC11, que subiu de posição em comparação a junho, e tirou o SPTW11 da lista.

O Fundo Imobiliário BTG Pactual Fundo de CRI distribuiu R$ 1,15 por cota, em julho, aos seus 8895 cotistas com papeis no dia 14/7.

O fundo que ocupou o último lugar na nossa lista foi constituído em abril de 2008 e estruturado em dezembro de 2010. Segundo o “Funds Explorer’, é o primeiro FII de CRI do mercado brasileiro.

Por fim, o SUNO Notícias ressalta que essa lista de FIIs não representa indicação de compra ou venda.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião