Fiat Chrysler e PSA oferecem concessões para UE aprovar fusão, diz jornal

Fiat Chrysler e PSA oferecem concessões para UE aprovar fusão, diz jornal
A Fiat Chrysler e o Grupo PSA ofecerão concessões de vans para ganhar aprovação da UE para seguir com fusão

A Fiat Chrysler Automobile (FCA) e o Grupo PSA, dono da marca Peugeot, irão permitir que montadoras rivais façam serviços de vans em suas concessionárias como parte do pacote de concessões para atenuar as preocupações da União Europeia (UE) com a fusão de US$ 50 bilhões (cerca de R$ 277,55 bilhões) das companhias. As informações são do jornal “Financial Times”, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Em junho, órgãos reguladores de Bruxelas anunciaram um investigação detalhada sobre a operação em meio a temores de que a combinação de negócios da Fiat Chrysler e do PSA poderia ameaçar a concorrência no mercado europeu de mini-vans.

O grupo dono da Peugeot também se comprometeu a expandir uma fábrica de vans, em Hordain na França, que compartilha com a Toyota para elevar a presença da empresa japonesa no mercado.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

A FCA e o Grupo PSA ainda irão permitir que os concorrentes utilizem a rede de pós-venda, ou seja, o serviço de atendimento de vans de outras marcas em suas concessionários, afirmaram pessoas com conhecimento do assunto.

Fusão entre Fiat e PSA pode criar 4ª maior marca do mundo

A combinação de negócios, nos moldes divulgados pelas empresas, poderia criar a quarta maior montadora do mundo. As companhias já compartilham uma planta de vans em Sevel, na Itália, e suas operações combinadas representam um terço do mercado europeu, mais do que o dobro dos 16% detidos pela Renault e pela Ford.

Com a fusão, a nova empresa que surgirá da Fiat Chrysler e do Grupo PSA será maior que a General Motors e Hyundai-Kia, com uma produção de 9 milhões de automóveis por ano. As concessões acompanham as negociações com a UE e devem viabilizar a conclusão do negócio no primeiro trimestre do ano que vem.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião