Finanças pessoais

Saque complementar de R$ 498 do FGTS será liberado nesta sexta

0

A partir da próxima sexta-feira (20) os trabalhadores nascidos entre janeiro e outubro serão beneficiados com a liberação do valor complementar do saque imediato do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Antes, o saque tinha limite de até R$ 500, no entanto, a nova lei prevê saque de até o valor do salário mínimo (R$ 998). Dessa forma, os trabalhadores que desejam retirar o recurso restante de R$ 498 do FGTS vão conseguir sacar na sexta-feira.

Por sua vez, os trabalhadores que nasceram em novembro ou dezembro já estão autorizados a sacar o valor integral do fundo. A Caixa Econômica Federal, instituição responsável pela gestão do fundo, estimou um incremento de R$ 2,6 bilhões no valor do saque imediato.

O banco informou que os cotistas que tinham saldo acima de R$ 998 no dia 24 de julho, data em que foi aprovada a nova lei, só terão direito ao saque imediato de até R$ 500 por conta, ativa ou inativa. Ademais, os que tinham até R$ 500 na conta do FGTS na mesma data também não poderão sacar.

A partir do dia 20, os trabalhadores podem consultar se têm os recursos complementares a receber e o valo pelo site ou pelo App FGTS.

Saque complementar do FGTS beneficiará 10 milhões de pessoas

O vice-presidente de agente operador da Caixa Econômica Federal, Paulo Henrique Ângelo, disse que os saques complementares do FGTS deve beneficiar 10 milhões de pessoas. Ao todo, serão liberados R$ 2,5 bilhões.

Confira Também: Saque do FGTS é liberado para nascidos em novembro e dezembro

Os saques complementares, que começarão no dia na próxima sexta e tem previsão de término em 31 de março do ano que vem, estarão disponíveis aos contribuintes que tinham entre R$ 500 e R$ 998 em qualquer conta do FGTS, ativa ou inativa, em 24 de julho.

O plenário do Senado Federal aprovou no dia 12 de novembro a Medida Provisória (MP) 889/19 que permite os trabalhadores com contas vinculadas ao FGTS um saque imediato de até R$ 998, independente de aderir ou não ao saque-aniversário. O texto segue agora para a sanção presidencial.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.