FGTS Emergencial: Caixa inicia pagamento para nascidos em agosto

FGTS Emergencial: Caixa inicia pagamento para nascidos em agosto
Os beneficiários poderão ter o depósito de até R$ 1.045 do FGTS, contabilizando a soma de todas as contas ativas ou inativas com saldo.

A Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial nesta segunda-feira (24) aos trabalhadores nascidos em agosto.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Os beneficiários poderão ter o depósito de até R$ 1.045 do FGTS, contabilizando a soma de todas as contas ativas ou inativas com saldo.

O saque extraordinário do FGTS é uma forma de auxílio a trabalhadores para enfrentarem as restrições de trabalho por conta do coronavírus. O benefício, anunciado em abril, foi autorizado em junho.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

De acordo com a Caixa, a diferença de data entre depósitos e saques acontece para evitar grandes filas nas agências. “Estamos fazendo de forma digital, mais acelerada do que o saque imediato. Vamos começar no dia 29 porque precisamos abrir as contas digitais, que são 60 milhões, e você não abre isso da noite para o dia. É uma base de dados muito grande”, disse o presidente da instituição, Pedro Guimarães.

A Caixa irá depositar os valores em poupanças digitais abertas pela instituição financeira. Os beneficiários poderão mexer nas contas apenas para pagamento de boletos e compras online, até sua data de saque.

Os trabalhadores que possuem contas ativas ou inativas possuem direito ao saque extraordinário no fundo.

Os trabalhadores podem consultar o valor do saque emergencial do FGTS e a data em que o recurso será creditado na poupança a partir de hoje. Os canais são o site do banco e na Central Telefônica CAIXA 111, na opção 2.

Ao fazer a consulta, o beneficiário pode escolher por não sacar ou devolver o valor para a conta do fundo, caso o crédito já tenha ocorrido. O trabalhador que escolher não fazer o saque deve informar a Caixa pelo menos dez dias antes da data do depósito prevista.

O dinheiro ficará disponível até 30 de novembro, se não for resgatado até essa data, automaticamente o valor retornará para a conta do FGTS.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião