Negócios

Ferbasa (FESA4) apresenta prejuízo líquido de R$ 0,6 mi no 1T20

0

A Ferbasa (FESA3; FESA4) informou na última sexta-feira (22) que obteve um prejuízo líquido de R$ 0,6 milhões no primeiro trimestre de 2020. No mesmo período de 2019, a companhia tinha reportado um lucro líquido de R$ 46,1 milhões, ou seja, houve um resumo de 101,3% no valor.

A receita líquida da Ferbasa cresceu 20,8% em relação ao último trimestre de 2019, e ficou em R$ 346,2 milhões nos primeiros três meses de 2020.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da companhia foi de R$ 68,6 milhões entre janeiro e março desse ano, enquanto no mesmo período de 2019 foi R$ 89,2 milhões.

Garanta acesso gratuito à eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas com um único cadastro. Clique para saber mais.

No relatório a companhia ainda indicou que o custo de produtos vendidos totalizou R$ 279 milhões, representando um aumento de 10% em relação ao mesmo período em 2019. Segundo a empresa, o resultado foi “diretamente impactado pela elevação do volume de vendas”.

Durante janeiro e março de 2020, foram comercializadas 66,2 mil toneladas de ferroligas. No relatório, a empresa indicou que “na comparação com 1T19 houve uma variação positiva de 9,9%, influenciada pelo aumento de 67,9% nas vendas para o mercado externo, em decorrência do baixo desempenho
do mercado interno”.

Resultados da Ferbasa em 2019

A companhia apresentou um lucro líquido de R$ 221,5 milhões em 2019. O resultado representa uma redução de 28,4% em relação a 2018.

Durante o ano passado a empresa registrou um lucro líquido R$ 309,2 milhões. Entre os meses de outubro e dezembro de 2019, a companhia registrou um prejuízo líquido de R$ 77,914 milhões.

A receita da empresa somou R$ 286,7 milhões. A receita diminuiu -9,7% ante o mesmo período de 2019 e representou o decréscimo de 1,5% em relação ao 4T18. No terceiro trimestre do ano passado, o valor foi de R$ 317,4 milhões.

Saiba mais: Ferbasa (FESA4) registra lucro líquido de R$ 221,5 milhões em 2019

“Em 2019, a produção de ferroligas caiu 11,5% em relação à realizada em 2018. Embora a fabricação das ligas de silício tenha aumentado 9,1%, foi registrada uma queda de 21,9% nas ligas de cromo, como reflexo da forte redução dos preços e da forte queda de demanda no mercado interno”, declara a Ferbasa em relatório.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Laura Moutinho
Estagiaria na Suno Notícias, escreve notícias que afetam o mercado financeiro. Estuda administração na Universidade Presbiteriana Mackenzie.