Fed projeta queda de 5% no PIB dos EUA em 2020

Fed projeta queda de 5% no PIB dos EUA em 2020
Bullard do Fed indica que economia ainda pode se recuperar em 2020

O presidente do Federal Reserve (Fed) da Filadélfia, Patrick Harker, projetou  nesta sexta-feira (17) que o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos deve recuar 5% neste ano.

O economista da unidade do Banco Central (BC) estadunidense informou que, em entrevista ao Yahoo Finance, que as autoridades devem continuar trabalhando para mitigar os impactos da crise. O presidente distrital do Fed ainda afirmou que não devem se apressar em reabrir a economia.

Na Suno One você aprende como fazer o seu dinheiro para trabalhar para você. Cadastre-se agora.

Harker declarou, na última quinta-feira (17), que as autoridades estadunidenses não devem se apressar, a fim de evitar uma possível segunda onda da pandemia. Nesse sentido, o economista defendeu que o Fed manteria as taxas de juros baixa até a recuperação completa da crise provocada pelo novo coronavírus.

Saiba mais: Fed vê contração significativa da economia dos EUA no 2º semestre

“Em termos de política monetária, vamos mantê-la baixa até que realmente vejamos que a economia começa a se recuperar para cumprir nosso duplo mandato”, afirmou o presidente distrital do Fed, em entrevista à CNBC. “Na minha opinião, o pior que podemos fazer é apressar isso, e estamos em uma situação em que poderíamos ter uma recuperação significativa do COVID-19”, acrescentou.

O governo dos Estados Unidos realizou concessão de crédito por meio de linhas de financiamento. Nesse sentido, Harker ainda seguiu os elogios ao setor bancário feitos na manhã desta sexta-feira pelo presidente distrital de St, Louis, James Bullard. “Estou impressionado de como os bancos estão dispostos a ajudar empresas e cidadãos”, expôs.

Fed vê contração significativa da economia

O presidente do Fed de Dallas, Robert Kaplan, declarou na última quinta-feira (16) que ainda vê contração substancial na economia dos Estados Unidos no segundo semestre deste ano.

Kaplan afirmou que “mantém a mente aberta” para mais expansões de programas de emergência. “Continuamos procurando por partes da economia que não foram abordadas pelo que estamos fazendo”, afirmou Kaplan, em entrevista concedida à Boomberg TV.

O economista defende a posição de que o Fed deveria prestar suporte às empresas e ONGs que sofrem pressão neste momento. O executivo revelou preocupação com os riscos morais apresentados pelos programas de estímulos.

Saiba mais: Relatório do Fed indica que economia dos EUA “contraiu-se bruscamente”

O presidente do Fed de Dallas ainda afirmou acreditar que o PIB dos Estados Unidos registrará uma queda de 25% a 30% no segundo trimestre. No entanto, a economia deve voltar a crescer no terceiro trimestre deste ano. Para o resultado final de 2020, o economista projeta uma queda de 4% a 5% do PIB do país.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião