Internacional

Fed anuncia injeção de mais de US$ 1,5 trilhão no mercado

0

O Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, anunciou nesta quinta-feira (12) que injetará mais de US$ 1,5 trilhão (cerca de R$ 7,2 trilhões) nos mercados financeiros. A medida ocorrerá por meio de operações de recompra reversa.

De acordo com a autoridade monetária central norte-americana, a primeira operação ocorrerá nesta quinta-feira. A oferta realizada pelo Fed será de US$ 500 bilhões em operações repo, que são de compromisso de recompra, de três meses.

Além disso, o Banco Central dos EUA realizará duas novas ofertas de US$ 500 bi com operações de um mês e de três meses na próxima sexta-feira (13). Neste tipo de procedimento, os investidores compram um ativo e o vendem para instituições financeiras, já com um compromisso de recompra em uma data pré-estabelecida.

A medida ocorre como forma de minimizar os impactos econômicos do coronavírus. Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a doença como uma pandemia, as bolsas de valores do mundo inteiro estão despencando. Confira as pontuações dos principais indicadores de ações dos Estados Unidos, por volta das 14h40:

O Ibovespa travou as negociações após uma queda de 18,97%, aos 69.013,08 pontos e todas as ações entraram em leilão as 14h dessa quinta. A interrupção das negociações acontece após dois  circuit breakers serem acionados no dia.

“Black Friday” na B3 | Saiba como usar o fator Coronavírus a seu favor tendo acesso aos melhores investimentos do mercado.

Na Europa, as principais bolsas encerraram em forte queda. Veja a pontuação dos índices europeus:

  • Dax  30, da Alemanha: -12,24%, a 9.161,13 pontos.
  • FTSE 100, do Reino Unido: -10,87%, a 5.237,48 pontos.
  • CAC 40, da França: -12,28%, a 4.044,26 pontos.
  • FTSE MIB, da Itália: -16,92%, a 14.894,44 pontos.

Além do Fed, BCE também anuncia medidas

O Banco Central Europeu (BCE) também anunciou uma série de medidas nesta quinta-feira para conter os impactos do coronavírus na economia.

Entre as medidas, a instituição fará uma rodada adicional de operações de refinanciamento de longo prazo. O banco anunciou ainda um programa adicional de recompra de ativos. Para a medida, a autoridade monetária desembolsará 120 bilhões de euros (cerca de R$ 667,34 bilhões).

O BCE anunciou ainda que manterá as taxas de juros. A expectativa do mercado era de um corte de 10 pontos-base. Por outro lado, na última semana, o Fed anunciou uma redução de 0,5 p.p nos juros do país também como forma de amenizar os efeitos negativos do coronavírus.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.