Internacional

EUA retomará tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina

0

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou que irá retomar as tarifas sobre aço e alumínio provenientes do Brasil e da Argentina. Isso porque os dois países têm desvalorizado suas moedas, segundo o presidente norte-americano. O pronunciamento de Trump foi realizado por meio de uma rede social nesta segunda-feira (2).

“A desvalorização não é boa para os nossos fazendeiros”, escreveu Trump, reforçando que o que vem acontecendo com as moedas dos dois países em relação ao dólar causa dificuldades para as exportações americanas. “Fed (Federal Reserve) precisa agir para que países não tirem vantagem de nosso dólar forte para desvalorizar ainda mais suas moedas”, disse o presidente dos EUA, mais uma vez chamando a atenção do Banco Central norte-americano.

Veja também: Semana Internacional: Alibaba, EUA e Hong Kong

Em resposta, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que irá conversar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e completou que, caso seja necessário, irá falar diretamente com o presidente dos EUA. “Se for o caso, falo com Trump, tenho canal aberto”, afirmou Bolsonaro.

Tarifas de aço e alumínio

O presidente Donald Trump anunciou, em março de 2018, que iria impor uma tarifa a mais de 25% sobre importações de aço e de 10% sobre as de alumínio de vários países, incluindo o Brasil, que é o país que mais exporta aço para os Estados Unidos.

Na época, o mandatário norte-americano salientou que as indústrias de aço e alumínio dos EUA foram arruinadas por vários anos de comércio injusto e políticas ruins de países ao redor do mundo. “Nós não podemos mais deixar que tirem proveito do nosso país, empresas e trabalhadores”, escreveu Trump, há cerca de 1 ano e 9 meses.

A decisão tomada causou uma grande polêmica com os países envolvidos, incluindo o próprio Estados Unidos. Entretanto, Trump continuou afirmando que era uma boa ideia. “Sem aço, não há país”, disse o presidente dos EUA. Pouco mais de cinco meses após a decisão de impor sobretarifas, Trump disse que iria flexibilizar esta política e autorizou a entrada de aço e alumínio no país em quantidade que passava das cotas livres de taxas. Porém, nesta segunda o presidente informou que irá retomar essas taxas, causando, mais uma vez, polêmicas a cerca do assunto.

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.