Economia

EUA liberam licença para importação de carne brasileira

0

O Ministério do Agricultura informou nesta sexta-feira (21)que os Estados Unidos liberaram a importação de carne bovina in natura do Brasil.

Segundo o governo americano, o Brasil cumpriu os requisitos e corrigiu os problemas que tinham levado à suspensão no ano de 2017. A informação foi passada pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) e pelo Sistema de Inspeção e Inocuidade Alimentar (FSIS)

“Uma notícia que esperávamos com ansiedade há algum tempo e que hoje eu tive a felicidade de receber. É uma ótima notícia, porque isso traz o reconhecimento da qualidade da carne brasileira por um mercado tão importante como o americano, declarou a ministra da Agricultura, Tereza Cristina.

Saiba mais: Coronavírus e gripe aviária podem aumentar a demanda por carne brasileira na China, diz ABPA

Com essa decisão o Brasil poderá voltar a comercializar produtos de carne bovina in natura a partir desta sexta-feita. O governo ainda uma lista de estabelecimentos elegíveis certificados.

Sobre a restrição à carne bovina brasileira

Em 2017, as importações por parte dos americanos de produtos derivados de carne bovina brasileira foram suspensas, devido à identificação de abscessos. A reação foi provocada pela vacina contra a Febre Aftosa.

Entre outro requisito colocado pelos órgãos americanos, estava solucionar o problema de maturação. Além de providenciar melhorias na coleta para testes biológicos.

Desde o início do ano passado, Tereza Cristina viajava para os EUA com a finalidade de liberar o comércio de carne. A ministra fazia reuniões com o secretário da Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue.

Em sua visita a Washington, a ministra saiu sem resposta sobre o que seria feito em seguida. Quando perguntada sobre o assunto, Tereza Cristina afirmou que os americanos dariam um retorno, mas não especificaram em momento isso poderia acontecer.

A ministra tentou dissuadir o governo americano de enviar fiscais novamente ao Brasil e realizar uma nova inspeção sobre a qualidade da carne. A tentativa não deu certo.

As autoridades brasileiras declararam que haviam atendido a todos os requisitos sobre a qualidade da carne bovina e esperavam apenas por resposta do governo americano.

 

 

 

 

 

Compartilhe a sua opinião

Arthur Oliveira
Arthur Oliveira escreve sobre política, economia e negócios para o portal de notícias da Suno Research. Atualmente, é estudante de jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.