Suno Notícias

Embraer (EMBR3) está próxima de fechar crédito de R$ 3,3 bilhões com BNDES

Embraer (divulgação)

A Embraer (EMBR3) deverá conseguir um financiamento de cerca de R$ 3,3 bilhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e um grupo de bancos privados, de acordo com informações de uma fonte próxima ao assunto. O financiamento poderia acontecer já neste mês. As informações são do jornal “Valor Econômico” e foram publicadas na manhã desta segunda-feira (1).

Segundo a publicação, o valor será utilizado na demanda de jatos executivos e comerciais da companhia paras o meses seguintes. As negociações estariam sendo feitas às pressas, segundo a mesma fonte. As outras instituições financeiras, além do BNDES, que estariam fazendo parte da negociação de empréstimo à Embraer são:

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

O BNDES tem destacado seu apoio ao setor aéreo desde o início da crise econômica causada pelo coronavírus (Covid-19). No começo do mês passado, o BNDESPar, braço de participações do BNDES, teria começado um plano de resgate à Embraer, de acordo com informações do “Valor Econômico”. O formato dessa operação seria finalizado em junho.

Embraer atrai interesse de estrangeiros

A Embraer tem atraído o interesse de fabricantes estrangeiras após o negócio com a Boeing (NYSE: BA) não acontecer, segundo informações da agência “Reuters” divulgadas na última sexta-feira (29).

De acordo com a agência, a companhia chinesa COMAC sinalizou um interesse para uma possível cooperação com a unidade comercial da Embraer. Além dos chineses, a Irkut, da Rússia, também aprovou um estudo sobre a possibilidade de negócio.

Saiba mais: Embraer (EMBR3) atrai interesse de estrangeiros; ações disparam

A Índia, outra interessada, menos conhecido no mercado, também deu indícios de que deve estudar a possibilidade em um negócio pouco menos provável com a Embraer, segundo analistas.