Internacional

Embaixada americana cancela processo de obtenção de vistos no Brasil

0

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil cancelou nesta segunda-feira (16) as entrevistas para obtenção de visto de imigrante e não imigrante. Segundo a embaixada, não há previsão para volta dos atendimentos.

O cancelamento da atividade em embaixadas americanas no País começa a valer no dia seguinte, terça-feira (17). A medida também implica as entrevistas para vistos concedidos nos Estados Unidos por consulados brasileiros.

A ação da embaixada americana foi tomada em vista dos efeitos provocados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) pelo globo. Dessa forma, a medida foi feita com a finalidade de conter a disseminação do vírus.

A Embaixada dos Estado Unidos esclareceu o fato em comunicado. A representação do país no Brasil declarou que a taxa para solicitação do visto tem uma validade de um ano a partir do momento em que foi realizado o pagamento. Nesse sentido, as entrevistas poderão ser remarcadas e devrá haver um novo agendamento dentro desse prazo.

Segundo o órgão representante, o indivíduo que planeja viajar aos Estados Unidos, pois apresenta assunto urgente para tratar no país e precisa ir imediatamente deve contatar a embaixada pelo seguinte e-mail:

[email protected]

A embaixada declarou que a expectativa é que os atendimentos para obtenção de visto sejam retornados o mais rápido possível.

Países pelo mundo fecham suas fronteiras

Além da embaixada americana, Argentina e Peru decidiram fechar suas fronteiras internacionais no último domingo (15), e o Canadá e a Colômbia tomaram a decisão nessa segunda-feira (16), na tentativa de combater o coronavírus.

Da mesma maneira, a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, anunciou nessa segunda-feira que a União Europeia (UE) restringirá as viagens não essenciais aos países do bloco durante um mês.

Saiba mais: Coronavírus: Canadá, Argentina, Colômbia e Peru fecham suas fronteiras

De acordo com Von der Leyen, a restrição durará 30 dias inicialmente. Entretanto, poderá ser estendida caso a epidemia de coronavírus continue se expandindo nos países da União Europeia.

Os Estados Unidos já haviam suspendido a entrada de estrangeiros oriundos de diversos países da UE, assim como da China. A medida de cancelar os processos de vistos na embaixada foi tomada pelo presidente Donald Trump.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Arthur Oliveira
Arthur Oliveira escreve sobre política, economia e negócios para o portal de notícias da Suno Research. Atualmente, é estudante de jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.