Mercado

Dólar abre em queda refletindo dados chineses e alemães

0

O dólar inicia esta segunda-feira (9) em queda com China, dados na Alemanha e desaceleração do IPC-S.

Por volta das 9h40, o dólar registrava queda de -0,473 sendo negociado a R$ 4,060. O mercado está atento aos estímulos do governo chinês em sua economia.

Além disso, segue no radar dos investidores o aumento dos dados das exportações da Alemanha e menor patamar do IPC-S.

Impactos da guerra comercial

A China, agora, vem sofrendo impactos reais da guerra comercial travada com os Estados Unidos há mais de um ano.

As exportações chinesas no mês de agosto recuaram 1%, frente a uma expectativa de alta de 2%, segundo analistas afirmaram à Reuters.

Confira: Superávit comercial da China cai para US$ 34,8 bilhões em agosto

As vendas aos norte-americanos diminuíram 16% na comparação com o mesmo período no ano passado, refletindo os impactos reais dos tarifas impostos durante os desdobramentos da guerra comercial. Já as importações recuaram 22,4%.

Segundo a CNBC, a estimativa é de que os resultados comerciais possam levar o governos a implementar mais medidas de estímulo para sustentar o crescimento econômico. Dada a essa expectativa, as bolsas na Ásia fecharam majoritariamente em alta.

Dados alemães

De forma inesperada, as exportações alemãs subiram em julho. Essa é uma notícia positiva para a economia da Alemanha, a maior da Europa, após uma sequência de dados negativos.

As exportações subiram 0,7% no mês, atingindo US$ 126,98 bilhões, de acordo com dados preliminares do Instituto Federal de Estatística.

Especialistas ouvidos pela Dow Jones Newswires aguardavam uma queda de 0,6% no indicador.

Desaceleração do IPC-S

O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) apresentou queda de 0,17% na última quadrissemana de agosto para 0,15% para o primeiro estudo de setembro. As informações são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja também: Paulo Guedes pretende propor a privatização todas as estatais, afirma jornal

Última cotação do dólar

Na última sessão, sexta-feira (6), o dólar encerrou com queda de -0,715% sendo negociado a R$ 4,0804 na venda.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.