Dólar encerra em queda de 0,086% cotado a R$ 4,2023

Dólar encerra em queda de 0,086% cotado a R$ 4,2023
Coronavírus: BCs injetaram US$ 6 trilhões na economia global

O dólar encerrou, nesta quarta-feira (04), em queda de 0,086% sendo cotado a R$ 4,2023.

O dólar teve queda devido a vários fatores. Entre as notícias do dia, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump diz que negociações com China estão “indo muito bem”.

Além disso, contribuíram para o resultado desta quarta do dólar:

  • Brasil e Argentina planejam responder as tarifas norte-americanas;
  • Guedes critica Trump por acusar o Brasil de desvalorizar o real;

Guerra comercial

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou nesta quarta que as negociações com a China estão “indo muito bem”.

“As conversas estão indo muito bem e veremos o que vai acontecer”, disse Trump durante a reunião dos países-membros da Organização Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

Saiba mais: Trump diz que negociações com China estão ‘indo muito bem’

A fala do presidente Trump demonstra uma mudança nas negociações repentinas visto que na última terça (3) o presidente afirmou que o acordo não tinha previsão.

Brasil e Argentina

Após a ameaça do presidente norte-americano de retomar as tarifas sobre aço e alumínio, a Argentina e o Brasil vão ensaiar uma ação coordenada de resposta aos Estados Unidos.

Saiba mais: Brasil e Argentina planejam responder as tarifas norte-americanas

De acordo com o embaixador de Negociações Bilaterais e Regionais nas Américas do Itamaraty, Pedro Miguel da Costa e Silva, o Brasil e a Argentina devem aproveitar a cúpula do Mercosul para discutirem as taxas americanas.

Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cometeu um grande equívoco ao dizer que o Brasil está promovendo uma desvalorização artificial do câmbio.

Saiba mais: Guedes critica Trump por acusar o Brasil de desvalorizar o real

“Nós só mudamos o nosso mix macroeconômico. Agora, em vez de fiscal frouxo e freio monetário, com câmbio supervalorizado derrubando as exportações, o Brasil caiu numa posição correta”, disse Paulo Guedes em entrevista ao site “O Antagonista”.

Guedes ainda afirmou que Trump só fez esse pronunciamento por conta da eleição dos EUA, que ameaça o cargo do mandatário norte-americano. “Acho que é política, eleição chegando. Ele quer dizer para todo mundo que está de olho nos seus eleitores”, disse.

Última cotação do dólar

Na última sessão, terça-feira (3), o dólar encerrou em queda de 0,19% cotado a R$ 4,2059.

Rafael Lara

Compartilhe sua opinião