Mercado

Dólar encerra em alta de 0,3% com possível adiamento do Brexit

0

O dólar encerrou em alta, nesta quinta-feira (24), após novas turbulências envolvendo a saída do Reino Unido da União Europeia.

A moeda norte-americana fechou em sua máxima do dia, com variação positiva de 0,298%, cotada em R$ 4,0449. A mínima do dólar foi de R$ 4,0031.

Além disso, a isenção de vistos para chineses no Brasil, anunciada por Jair Bolsonaro, e a queda do País para a 124ª posição em ranking de ambiente de negócios também movimentaram o mercado.

Eleições gerais no Reino Unido

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, requisitou eleições gerais no dia 12 de dezembro para dar mais tempo aos legisladores para que eles possam estudar o acordo sobre o Brexit.

Saiba mais: Boris Johnson pede eleições gerais em dezembro

Segundo Johnson, o parlamento votou para atrasar a saída do Reino Unido da União Europeia e “esse atraso pode durar muito tempo”.

O primeiro-ministro reiterou dizendo que está mais do que na hora da oposição tomar coragem de se submeter “ao julgamento do chefe coletivo, que é o povo do Reino Unido”.

Brasil cai em ranking de negócios

O Brasil caiu para a 124ª posição do ranking do Doing Businnes, do Banco Mundial. No ano passado, o País ficou com a 109ª posição. O ranking avalia o ambiente de negócios dos países.

Saiba mais: Brasil cai para 124ª posição em ranking de ambiente de negócios

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, disse que o resultado não foi nada bom para o País. Segundo ele “uma queda para 124º é algo para se lamentar e trabalhar para reverter, como temos feito deste o início do ano”.

No entanto, o secretário ressaltou que os dados que foram tirados como base para o ranking são coletados no primeiro trimestre do ano.

Dessa forma, algumas ações positivas do País, que já foram implementadas, não foram contabilizadas.

Isenção de visto para chineses no Brasil

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que isentará visto para turistas chineses que chegam ao Brasil. Além disso, o presidente afirmou que pretende isentar os vistos para indianos em breve.

Saiba mais: Jair Bolsonaro anuncia isenção de visto para chineses

O objetivo da medida é estimular viagens a turismo ou negócios. Jair Bolsonaro ressaltou que a medida aumentará a participação do turismo no Produto Interno Bruto (PIB) do País. O mandatário mencionou como exemplo Cabo Verde, onde o turismo é responsável por 25% do PIB.

“Queremos chegar a pelo menos 10% do PIB. Hoje, acho que é de apenas 6%”, disse o presidente.

Última cotação do dólar

Na última sessão, quarta-feira (23), o dólar encerrou em queda de 1,05%, sendo negociado a R$ 4,0329.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.