Mercado

Dólar encerra em alta de 1,157% após declarações de Guedes

0

O dólar encerrou esta sexta-feira (14) com alta de 1,157, negociando a R$ 3,8992. Por volta das 13h30, a moeda norte-americana registrava a máxima de R$ 3,9106.

O dólar iniciou o dia em alta de 0,13% cotado em R$ 3,8596 às 9h20.

As críticas do ministro da Economia, Paulo Guedes, a proposta de reforma da Previdência preocupou investidores. Ainda no cenário interno, as mudanças sugeridas pelo “centrão” para a reforma também influenciaram na alta.

No cenário externo, o petróleo fechou em alta reagindo a tensões geopolíticas.

O Banco Central (BC) vendeu nesta sexta-feira todos os 5.050 contratos de swap cambial tradicional com vencimento para julho. Nas 32 operações que realizou, o BC rolou US$ 8,080 bilhões, de um total de US$ 10,089 bilhões que expira em julho.

Insatisfação de Guedes com a Previdência

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a proposta de reforma da Previdência divulgada pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP) aborta a proposta de capitalização e cede a privilégios.

Saiba mais: Paulo Guedes afirma que deputados abortaram a nova Previdência

“Eu acho que houve um recuo que pode abortar a Nova previdência. As pressões corporativas de servidores do legislativo forçaram o relator a abrir mão de R$ 30 bilhões para os servidores do legislativo que já são favorecidos no sistema normal”, disse Paulo Guedes.

Centrão quer mudanças que podem custar R$ 150 bi

Deputados do “Centrão” e da oposição vêm pressionando o relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP) a fazer novas mudanças no texto, antes da votação na comissão especial da Câmara. De acordo com o “Estado de S. Paulo”, tais mudanças implicam em menos R$ 150 bilhões da economia de R$ 913,4 bilhões esperada em dez anos.

Saiba mais: Centrão quer mudanças na Previdência que podem custar R$ 150 bi

Os deputados que são a favor de novos ajustes no texto da reforma da Previdência são dos partidos que compõem o “Centrão”:

  • PP;
  • PL;
  • PRB;
  • DEM;
  • e SD (Solidariedade).

Petróleo em alta

O petróleo fechou em alta nesta sexta-feira por conta de tensões geopolíticas no Golfo de Omã.

Na última quinta-feira (13), duas embarcações de petróleo foram atacadas no Oriente Médio. O presidente norte-americano Donald Trump afirmou que o Irã é responsável pelos ataques. O país negou.

Última cotação

Na última sessão, que ocorreu na quinta-feira (13), o dólar teve uma queda de -0,362% , cotado em R$ 3,8546.

.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.