Mercado

Dólar encerra em alta de 0,40%, cotado em R$ 4,20

0

O dólar encerrou, nesta terça-feira (21), em alta de 0,401%, negociado a R$ 4,206.

A variação positiva fez com que o dólar atingisse a maior cotação ante o real desde o dia 4 de dezembro. Nesta data, a moeda norte-americana fechou a R$ 4,2023.

As seguintes notícias movimentaram o mercado nesta terça-feira:

  • OCDE: EUA defenderá fortemente a entrada do Brasil, diz Pompeo;
  • Davos: Guedes diz que governo busca desenvolver indústria;
  • Vale emitiu declarações falsas sobre estabilidade de Brumadinho, diz MP.

Entrada do Brasil na OCDE

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, disse que o governo de Donald Trump defenderá fortemente a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Saiba mais: OCDE: EUA defenderá fortemente a entrada do Brasil, diz Pompeo

De acordo com o secretário, as amplas reformas que estão ocorrendo no Brasil fazem com que o governo norte-americano priorize a entrada do País na organização.

Nesta tarde, Pompeo e o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, se encontraram para debater o processo de entrada do Brasil na organização. O secretário norte-americano escreveu, por meio de uma publicação no Twitter, que está satisfeito com o encontro com Araújo.

“Satisfeito por encontrar Ernesto Araújo de novo para discutir a parceria entre Estados Unidos e Brasil. As amplas reformas econômicas do Brasil estão transformando a maior economia da América Latina, e nós vamos defender fortemente um convite ao Brasil para começar o processo de adesão à OCDE”, escreveu Pompeu.

Governo brasileiro trabalha para desenvolver indústria

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o governo está trabalhando para deixar a indústria brasileira no mesmo nível de países desenvolvidos. A declaração ocorreu durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

Saiba mais: Davos: Guedes diz que governo busca desenvolver indústria

De acordo com o discurso de Guedes, a equipe econômica do governo está tentando criar conexões e melhorar a inovação para contribuir com o desenvolvimento industrial do País.

O ministro afirmou que, ao longo dos últimos 30 a 40 anos, a indústria brasileira não avançou. Por conta disso, o governo criará centros de tecnologia para que o País possa aproveitar a revolução tecnológica no setor.

Vale emitiu informações falsas sobre Brumadinho

A Vale (VALE3) e a consultoria TÜV SÜD emitiram declarações falsas acerca das condições de estabilidade de ao menos dez barragens, de acordo com informações do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG).

Saiba mais: Vale emitiu declarações falsas sobre estabilidade de Brumadinho, diz MP

Segundo o portal de notícias “G1”, a barragem B1, de Brumadinho, localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que se rompeu no dia 25 de janeiro, está entre as que possuíam declarações falsas emitidas pela Vale.

“Era uma lista mantida sigilosamente, internamente, pela Vale. Uma lista de barragens em ‘situação inaceitável de segurança’. Era assim que eram reconhecidas ao menos essas dez barragens geridas pela Vale”, afirmou ao portal G1 o coordenador do núcleo criminal da força-tarefa do MP, William Garcia Pinto Coelho.

Última cotação do dólar

Na última sessão, segunda-feira (20), o dólar encerrou em alta de 0,586% cotado em R$ 4,1892.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.