Mercado

Dólar abre em alta com dados econômicos da China no radar

0

O dólar abre em alta nesta terça-feira (31) monitorando os dados do país asiático que originou a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Por volta das 9h20, o dólar variava positivamente a 0,398%, sendo negociado a R$ 5,20. O mercado está atento aos dados que demonstram o retorno de crescimento econômico da China.

Além disso, segue no radar do investidor o pronunciamento da União Europeia sobre fornecer mais auxílios aos bancos, os índices das bolsas globais que operam em alta nesta terça e a aprovação pelo Senado do pacote auxílio pelo valor de R$ 600.

Dados da China

O país do qual originou a pandemia da covid-19 apresentou resultados positivos de crescimento econômico. O índice de atividade dos gerentes de compras industrial (PMI) do setor manufatureiro subiu para 52,0 no mês, ante uma baixa recorde de 35,7 em fevereiro.

Bolsa em queda livre!? Aproveita as maiores oportunidades da bolsa brasileira com nosso acesso Suno Premium

Segundo Escritório Nacional de Estatística de Pequim, marcas acima de 50 indicam expansão, enquanto números abaixo de 50 indicam contração da atividade. O resultado deste mês é maior do que a previsão de 51,5 dos analistas.

União Europeia

A União Europeia anunciou que pretende fornecer mais auxílios aos bancos para que possam lidar com perdas em empréstimos durante a crise do novo coronavírus. A informação foi divulgada na última segunda-feira (30) por uma autoridade da Comissão Europeia.

A União Europeia anunciou que quer proporcionar o máximo de alívio operacional as instituições financeiras. Além disso, a regra contábil IFRS 9 (Financial Instruments) está mais flexível por causa da pandemia. Essa regulamentação tem relação com perdas devido a empréstimos.

Bolsas globais

Por volta das 7h10, os índices norte-americanos apresentavam um leve avanço. O futuro Dow Jones registrava alta de 0,48% e o S&P500 futuro avançava 0,46%. Por sua vez, a Nasdaq operava a 0,86%.

Os indicadores acionários globais estão refletindo aos dados que indicam uma retomada econômica da China durante o mês de março.

Na Europa, os índices das bolsas registravam alta. O Reino Unido operava em alta de 1,98% e França subia 1,01%. Na Itália a bolsa subia 0,92% e Alemanha alta de 1,98%. A bolsa de Hong Kong encerrou o pregão com uma valorização de 1,85% e a da Coreia do Sul com alta de 2,19%.

Projeto de auxílio

No Brasil, o mercado monitora a aprovação pelo Senado do projeto de auxílio de R$600.O Senado aprovou, na última segunda-feira, por unanimidade o projeto que prevê uma auxílio financeiro de R$ 600 por mês para trabalhadores informais afetados pela crise do coronavírus. A matéria depende agora de sanção presidencial para entrar em vigor.

Saiba Mais: Coronavírus: Senado aprova projeto de auxílio de R$ 600

O auxílio para enfrentarem os efeitos econômicos do coronavírus, será mantido por três meses, mas a proposta ainda precisa da aprovação do presidente Jair Bolsonaro. Além disso, há algumas condições para que os trabalhadores  possam receber esse valor.

Última cotação do dólar

Na última sessão, segunda-feira, o dólar encerrou em alta de 1,48%, cotado em R$ 5,18.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.