Mercado

Dólar abre em alta com coronavírus nos EUA e auxílio emergencial no radar

0

O dólar abre em alta nesta sexta-feira (27) com o novo coronavírus nos Estados Unidos e Câmara dos Deputados no radar.

Por volta das 9h40, o dólar variava positivamente a 1,105%, sendo cotado a R$ 5,0497. O mercado está atento ao aumento expressivo no número de contaminados pelo novo coronavírus na maior economia do mundo e aprovação do auxílio emergencial de R$ 600 pela Câmara.

Além disso segue no radar do investidor: as 20 principais economias do mundo decidiram injetar US$ 5 trilhões na economia global para conter a pandemia da covid-19.

Coronavírus nos EUA

Os investidores estão atentos a explosão no número de casos contaminados da covid-19 nos EUA. Os números oficiais da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que os Estados Unidos são hoje o país mais afetado pela pandemia, passando a Itália e a China.

Bolsa em queda livre!? Aproveita as maiores oportunidades da bolsa brasileira com nosso acesso Suno Premium

De acordo com Worldometer, estáticas em tempo real, os EUA tinham na última quinta-feira (27), 83.507 casos. A China, 83.507. A Itália está em terceiro lugar, com 83.507 casos. O Congresso americano se prepara para aprovar um pacote de US$ 2 trilhões para conter a pandemia.

G20

O G20 irá injetar US$ 5 trilhões (R$ 24,91 trilhões) na economia global para ajudar no combate ao novo coronavírus (Covid-19). As 20 nações mais ricas do planeta se reuniram de forma virtual, nesta quinta-feira (26), em um encontro extraordinário.

O grupo liderado pela Arábia Saudita neste ano afirmou, em declaração oficial, que fará o que for necessário para enfrentar o avanço da pandemia do coronavírus e garantir empregos, e está buscando recursos para isso.

Além disso, o G20 se propôs a compartilhar informações epidemiológicas e do âmbito da saúde, sustentar os sistemas públicos de saúde e elevar a capacidade de produção de materiais médicos.

Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite da última quinta-feira (26), o auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais. A medida faz parte do pacote do Ministério da Economia em combate ao novo coronavírus (Covid-19).

O pagamento do “coronavoucher”, como ficou conhecido, será realizado por três meses. A medida foi aprovada pelos deputados em sessão virtual, apenas os líderes dos partidos e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estiveram presentes.

Mães encarregadas do sustento familiar também receberão um auxílio, de R$ 1.200. “Se nós precisamos garantir o isolamento das famílias nós temos que dar previsibilidade, como tenho falado, e a renda para que essas pessoas passem pelos próximos 30 dias”, afirmou Maia durante a votação.

Coronabonds

A Itália e a França e outros sete líderes europeus assinaram um documento em conjunto que solicita a criação de títulos de dívida comuns para os países da zona do euro, os chamados “coronabonds”.

Os coronabonds seriam uma forma de enfrentar a crise econômica causa pela pandemia do novo coronavírus. Os recursos obtidos com a venda seriam destinados a financiar as despesas dos governos com a crise.

Última cotação do dólar

Na última sessão, quinta-feira, o dólar encerrou em queda de 0,75%, cotado a R$ 4,99.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.