Mercado

Dólar em alta com início do G20 sendo acompanhado pelo mercado

0

O dólar opera em alta nesta quinta-feira (27), com a reunião do G20, comissão da reforma da Previdência adiada e possíveis avanços na guerra comercial.

Por volta das 9h15, o dólar registrava alta de 0,408% sendo negociado a R$3,8612. O mercado está atento ao inicio da reunião formada pelas maiores economias do mundo.

Além disso, segue no radar dos investidores o cancelamento da reunião da comissão da Previdência e a guerra comercial.

G20

A reunião formada pelas maiores economias do mundo iniciou nesta quinta-feira em Osaka, no Japão, e vai até sábado (29).

Saiba Mais: G20: Encontro de Trump e Xi Jinping é o mais esperado da reunião

Durante a reunião deverão ser discutidos os conflitos globais, principalmente as negociações entre China e Estados Unidos, as tensões entre EUA e Irã e acordo comercial entre União Europeia e Mercosul.

Nesta reunião o mercado está atento a um acerto na guerra comercial para que se chegue a um acordo, pois as tensões entre os países gera preocupações sobre uma possível recessão da economia global.

Guerra comercial

Na última quarta-feira (26), o Secretário do Tesouro, Steven Mnunchin, disse que o acordo entre os Estados Unidos e China estava “90% completo”.

“Estávamos cerca de 90% do caminho [para o acordo] e acho que há um rumo para completo isso”, disse o secretário.

Além disso, Mnunchin afirmou estar confiante de que Donald Trump e Xi Jiping poderão fazer progresso no encontro no G20, que inicia nesta quinta, no Japão.

Saiba Mais: China está otimista com a retomada das negociações com os EUA

“Estou esperançoso de que podemos seguir adiante com um plano. O presidente Trump e o presidente Xi têm uma relação de trabalho muito próxima. Tivemos uma reunião produtiva no último G20 [na Argentina]”, disse Mnunchin.

Na última quarta-feira (26), o presidente americano afirmou ser “absolutamente possível” chegar a um acordo.

Reforma da Previdência

Nesta quinta-feira (27), a Câmara dos Deputados cancelou a reunião da Comissão Especial da reforma da Previdência. A reunião estava prevista para esta quinta às 9h.

Saiba Mais: Relator da reforma da Previdência estuda retirar alta de CSLL da Bolsa

Na última quarta, os partidos de centro afirmaram que há pontos a serem ajustados no texto, por isso trabalharam para que a sessão da comissão fosse adiada.

Última cotação

Na última sessão, na quarta-feira (26), o dólar encerrou em queda de -0,158% negociado a R$ 3,8467.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.