Negócios

Disney oferece um ano de streaming grátis; ações da Netflix caem

0

A Verizon, companhia de telecomunicação norte-americana, informou, nesta terça-feira (22), que oferecerá um plano de um ano grátis do novo serviço de streaming da Disney, o Disney+.

De acordo com a nota enviada à imprensa, os clientes poderão assinar o serviço da Disney de forma gratuita a partir do lançamento, que ocorrerá no dia 12 de novembro.

“Oferecer aos clientes da Verizon o acesso sem precedentes o Disney+ na plataforma de sua escolha é mais um exemplo do nosso compromisso em fornecer o melhor conteúdo premium disponível por meio de parcerias”, afirmou o diretor-presidente da empresa de telecomunicação, Hans Vestberg.

Na Bolsa de Valores de Nova York, as ações da Disney estão operando em alta de 2,20%, a US$ 133,15, por volta das 15h05. No mesmo horário, os papéis da Verizon sobem 0,21%, vendidos a US$ 60,88.

Em contrapartida, as ações da Netflix, uma das principais empresas do setor de streaming, estão registrando queda. Os papéis da companhia registram baixa de 3,01%, negociadas a US$ 269,56.

De acordo com o analista da SUNO Research, Alberto Amparo, o modelo de negócio diversificado da companhia permite a busca por novos consumidores por meio da aplicação de menores preços.

“A Disney não precisa de monetização no streaming para ser uma empresa lucrativa. Ela pode sangrar o pessoal do setor, aplicando preços baixos para conseguir a atenção do consumidor e para prejudicar a geração de caixa dos competidores”, explicou Amparo.

Concorrência entre a Disney e a Netflix

Como consequência de competitividade entre as duas empresas, no início deste mês, a Walt Disney Company proibiu a exibição de anúncios da Netflix em toda a sua rede de TV.

Saiba mais: Disney proíbe anúncios da Netflix em seus canais de TV

De acordo com as informações divulgadas pelo jornal “Wall Street Journal”, a companhia norte-americana informou que não aceitaria nenhuma propaganda de concorrentes do setor de streaming.

No entanto, a orientação foi alterada e o grupo reafirmou o compromisso com quase todas as empresas, exceto a Netflix.

Somente no último ano, a Netflix gastou US$ 99,2 milhões em anúncios para a TV nos Estados Unidos. Deste montante, 13% foi direcionado aos canais da Disney.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Almeida
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.