Negócios

Deutsche Bank vende US$ 50 bi em ativos ao Goldman Sachs, diz fonte

0

O Deutsche Bank vendeu US$ 50 bilhões (cerca de R$ 213 bilhões) em ativos para o banco de investimentos norte-americano Goldman Sachs. A informação foi divulgada, nesta quarta-feira (27), por uma fonte familiarizada com o assunto.

A venda de ativos faz parte do plano de reestruturação do Deutsche Bank. De acordo com a fonte, os ativos são oriundos da unidade de liquidação do banco alemão que está se desfazendo de títulos não estratégicos ao grupo.

Black Friday Suno – pague 2 anos e leve 3 nas principais assinaturas da Suno Research

No entanto, nenhuma das duas instituições financeiras comentou a possível negociação de ativos.

Segundo a agência de notícias “Bloomberg”, essa não é a primeira compra de ativos da empresa alemã realizada pelo banco norte-americano. Em setembro, o Goldman participou de um leilão realizado pelo Deutsche Bank e adquiriu ativos do bloco asiático da instituição financeira.

Plano de reestruturação do Deutsche Bank

Desde o início de julho, com o plano de reestruturação, o banco alemão já anunciou a demissão de 18.000 funcionários. Além disso, a instituição financeira informou que pretende deixar de atuar com negociação de ativos para desenvolver uma unidade de atendimento para clientes corporativos e comerciais.

Em setembro, o Deutsche Bank informou que concordou em vender parte de seu negócio de corretagem e negociação eletrônica de ações ao BNP Paribas. Com a negociação, o banco transferirá os clientes e funcionários deste setor ao BNP. Ademais, a tecnologia utilizada para os negócios de ações também será vendida ao banco.

Saiba mais: Deutsche Bank vende parte do negócio de corretagem ao BNP Paribas

O plano de reestruturação está ocorrendo após o envolvimento do banco em um escândalo. Em novembro de 2018, a sede central do banco alemão, localizada em Frankfurt, foi alvo de uma operação policial.

A ação foi uma consequência da divulgação do escândalo dos “Panama Papers”. Esse material consiste em uma série de documentos sigilosos sobre irregularidades financeiras que foram publicados em grandes veículos de comunicação do mundo.

Com as informações publicadas, o Deutsche Bank foi acusado de lavagem de dinheiro. Após essa investigação, as ações do banco registraram queda recorde.

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.