Negócios

Cyrela reverte prejuízo e lucra R$ 104 milhões no 3T19

0

A Cyrela (CYRE3) reportou um lucro líquido de R$ 104,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, revertendo o prejuízo do mesmo período de 2018.

No terceiro trimestre do ano passado, a Cyrela teve um prejuízo líquido atribuído aos acionistas de R$ 121 milhões. No entanto, o lucro apresentando no período de julho a setembro deste ano é 1,4% menor em comparação aos ganhos do 2T19, quando a companhia teve R$ 114 milhões de lucro.

Confira: Wiz reporta o lucro líquido de R$ 62,3 milhões no 3º trimestre

A receita líquida da empresa aumentou 28,9%, chegando a R$ 934,7 milhões. A margem bruta passou de 28,3%, no terceiro trimestre do ano passado, a 30,9%. O Retorno sobre Patrimônio Líquido (ROE) sobre os últimos 12 meses foi de 7,3%.

Cyrela eleva geração de caixa e mostra-se otimista

A Cyrela apresentou uma geração de caixa de R$ 78 milhões, no trimestre, e de R$ 424 milhões no acumulado dos nove primeiros meses do ano. A companhia entregou 14 projetos no trimestre, com valor geral de vendas (VGV) de R$ 1,233 bilhão na data dos respectivos lançamentos.

O Lucro por Ação (LPA), no final de setembro, era de R$ 0,27, uma queda de 8,3% em relação ao trimestre anterior.

A Dívida Líquida é de R$ 696 milhões, sendo elevado em 46,8% desde o segundo trimestre deste ano. O Patrimônio Líquido atingiu R$ 5,48 bilhões, sendo que no trimestre anterior era 3,5% maior. O indicador Dívida Líquida/Patrimônio Líquido é de 12,7%.

Segundo a direção da empresa, “o terceiro trimestre de 2019 marcou o décimo segundo trimestre seguido de geração de caixa positiva da Cyrela, com R$ 78 milhões, mantendo a companhia com baixo endividamento líquido e forte posição de caixa, e em nível confortável para continuar ajustando a sua estrutura de capital, sempre visando maximizar o retorno ao seu acionista”.

Veja também: Cyrela tem lucro de R$ 48,4 milhões no 1º trimestre

A Cyrela mostra-se otimista com o mercado imobiliário. Miguel Mickelberg, diretor financeiro, ressalta a relevância para o setor de inflação controlada e juros baixos. “Temos um volume bom de lançamentos para fazer em todos os segmentos e regionais de atuação”.

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.