CVC (CVCB3) tem prejuízo de R$ 1,15 bilhão no 1T20

CVC (CVCB3) tem prejuízo de R$ 1,15 bilhão no 1T20
Unidade de venda de pacotes de turismo da CVC (foto: divulgação)

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a CVC (CVCB3) informou seus resultados referentes ao primeiro trimestre deste ano, nesta quinta-feira (1). A companhia apresentou um prejuízo líquido de R$ 1,15 bilhão entre janeiro e março de 2020. No mesmo período do ano passado, a empresa teve um lucro líquido de R$ 50,1 milhões.


De acordo com a CVC, excluindo os principais efeitos não recorrentes, relacionados ao “Impairment de intangíveis” no montante de R$ 637,5, “provisão PDD Covid-19” de R$64,7 milhões, referente a perdas futuras esperadas com o impacto da pandemia, provisão para perda de créditos fiscais diferidos, no montante de R$302,7 milhões, e outros itens não recorrentes, no montante de R$ 73,8 milhões, o prejuízo líquido ajustado seria de R$ 72,9 milhões.

As despesas gerais e administrativas tiveram alta de 17,9% no 1T20 em comparação ao 1T19, ficando em R$ 179,4 milhões. Segundo a companhia, o resultado se deu por conta da “maior estrutura administrativa advinda das aquisições feitas no período e aumento do custo de mão de obra pelos ajustes salariais no período”.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

As despesas com vendas somaram R$75,4 milhões, uma alta de 12,7% na comparação com mesmo período do ano anterior, devido aos maiores gastos com marketing na Argentina, segundo a agência de viagens.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

“O ano de 2020 trouxe logo em seus primeiros meses um enorme desafio – a pandemia de Covid-19. O desempenho da Companhia nos meses de janeiro e fevereiro estavam em linha com o cenário projetado para o ano, porém março chegou e com ele a enorme tempestade causada pela pandemia. Com impactos profundos na saúde pública e economia em escala global, a pandemia transformou a realidade em poucas semanas”, destacou a CVC.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião