Credito imobiliário: Caixa anuncia mais um pacote de medidas

Credito imobiliário: Caixa anuncia mais um pacote de medidas
Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal anunciou um novo pacote de medidas de crédito imobiliário nessa quinta-feira (2). Assim, o banco estatal comunicou que criou uma linha de crédito para o pagamento do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e dos custos cartorários para pessoas físicas.

Essa linha de crédito é válida para as operações residenciais feitas com o FGTS, e com os Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), para propriedades de até R$ 1,5 milhão. Ademais, o  pacote de medidas para o crédito imobiliário também abranda as normas para conceder crédito para as construtoras, e assim torna o acesso ao financiamento mais fácil.

Além disso, a Caixa afirmou que o registro eletrônico dos financiamentos de imóveis será permitido já no próximo dia 13.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

“O processo se dará por meio da Plataforma Centralizada do Colégio do Registro de Imóveis, habilitada inicialmente para a participação das demais Centrais de Serviços Eletrônicos Compartilhados dos Estados e do Distrito Federal, que funcionarão de forma padronizada” destacou o banco.

O presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, comentou sobre as medidas e salientou que são “objetivas para atender as demandas do segmento imobiliário, que analisamos e vimos que temos capacidade para atender matematicamente”.

Por sua vez, as medidas voltadas para as pessoas jurídicas diminuem as exigências para a contratação de crédito, e buscam levar mais liquidez para o mercado imobiliário.

“Mesmo em meio à crise, em junho, voltamos a fazer cerca de 300 mil simulações dia, o que demonstra que a demanda está muito aquecida, e que as empresas podem fazer os lançamentos”, apontou o vice-presidente de Habitação da Caixa, Jair Luiz Mahl.

Em ralação aos contratos habitacionais, Guimarães disse que “em 2020 estamos fechando uma média de 2 mil contratos habitacionais por dia e com 873 mil pessoas com a casa própria. Só em junho, foram R$ 11,1 bilhões em contratos”.

Vale destacar que após a Caixa declarar, em abril, que daria seis meses de carência para financiamento de imóveis novos, para pessoas físicas e jurídicas, cerca de 26 mil contratos habitacionais foram acertados.

Além disso, cerca de 3 mil contratos na fase piloto, referente a linha de crédito para o pagamento do ITBI e dos custos com cartórios para pessoas físicas, já foram aprovados e segundo Mahl, “todos bem-sucedidos”.

Veja também: Itaú disponibilizará crédito imobiliário atrelado à poupança a grupo de construtoras

“A partir de agora, todas as famílias poderão optar por essa linha, que traz mais facilidade, alivia o orçamento e evita que o comprador busque outro empréstimo com taxa mais altas e prazo menor para arcar com os custos do processo”, completou ele.

Caixa oferece mais R$ 43 bi em linhas de crédito imobiliário em abril

Guimarães, disse,em meados de abril, que o banco estatal injetaria R$ 43 bilhões na economia brasileira com novas linhas de crédito imobiliário. De acordo com o executivo, 530 mil unidades habitacionais poderão ser construídas com a medida.

Veja também: Caixa antecipará crédito imobiliário prefixado para fevereiro, diz jornal

A Caixa já tinha anunciado, R$ 111 bilhões em crédito para pessoa física e jurídica, hospitais e os setores agrícola e imobiliário. Com a nova linha de crédito anunciada nesta quinta, o total destinado ao segmento ficará em R$ 154 bilhões.

“Esta medida é muito importante porque permite que as empresas continuem trabalhando normalmente, tanto empresas pequenas, quanto médias e grandes”, disse Guimarães sobre as linhas de crédito imobiliário.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião