Negócios

Cosan Logística (RLOG3) apresenta lucro líquido de R$ 214 milhões em 2019

0

A Cosan Logística (RLOG3) apresentou, nesta segunda-feira (17), seu resultado do quarto trimestre de 2019. O lucro líquido da companhia foi de R$ 214 milhões em 2019, frente a R$ 84 milhões em 2018, uma alta de aproximadamente 155%.

A Cosan Logística, no entanto, ressalta que, desconsiderando a Malha Central, o lucro líquido no acumulado do ano passado foi de R$ 335 milhões, o que representaria uma alta de cerca de 299% em comparação com 2018. A empresa assinou, em julho de 2019, esta subconcessão, o que garante o direito de exploração da malha ferroviária pelo prazo de 30 anos.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no quarto trimestre de 2019 foi de R$ 911 milhões, com uma alta de 6% na comparação trimestral. No acumulado anual, o volume atingido foi de R$ 3,84 bilhões, crescimento de 10%. A Margem Ebitda foi de 54,7% e 54,3%, respectivamente.

O Volume de Transporte atingiu 15 bilhões de TKU, ante 14,9 bilhões na comparação trimestral. No ano, foram 56,4 bilhões de TKU, uma queda de 6% em comparação com 2018.

A receita operacional líquida foi de R$ 1,66 bilhão, 1,1% acima do atingido na comparação anualizada, quando a empresa atingiu R$ 1,64 bilhão.

Cosan Logística comunica alteração na presidência

A companhia comunicou ao mercado, no final de janeiro, que o presidente da Raízen Energia, Luis Henrique Cals de Beauclair Guirmarães, assumirá a presidência da empresa no dia 1° de abril.

Confira: Cosan registra queda do lucro líquido de 40,3% no 4T19

Conforme o fato relevante, Marcos Marinho Lutz, ex-diretor da Cosan, “passará a se dedicar exclusivamente aos conselhos e comitês do grupo”. Já a Raízen será presidida por Ricardo Dell Aquila Mussa, atual vice-presidente executivo de Logística, Distribuição e Trading da companhia.

Além disso, o documento divulgado pela Cosan Logística informou que o vice-presidente jurídico, Marcelo de Souza Scarcela Portela, deixará o cargo para “se dedicar aos conselhos das empresas do grupo”. A atual diretora jurídica, Maria Rita de Carvalho Drummond substituirá Scarcela.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.