Coronavoucher: novos beneficiários devem receber semana que vem

Coronavoucher: novos beneficiários devem receber semana que vem
Vale destacar que o calendário para os demais beneficiários do coronavoucher, ou seja, aqueles que não são inscritos no programa Bolsa Família, é diferente.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou nessa quarta-feira (29) que a previsão é de que os novos beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 (coronavoucher) que fazem parte do lote de solicitações aprovadas após contestação, enviado ontem para a Caixa, comecem a receber o benefício já na próxima semana.

Apesar disso, Guimarães explicou que a Caixa ainda não recebeu do Ministério da Cidadania o calendário de pagamentos para os novos beneficiários do coronavoucher. Entretanto, espera que a entrega seja feita até o final dessa semana, de modo que os pagamentos já possam ser iniciados na semana seguinte.

O presidente da Caixa explicou: “vamos colocar [os novos beneficiários] na mesma esteira do pagamento dos ciclos e aquelas pessoas que nasceram em janeiro, fevereiro e março – ou seja, que nós já começamos a realizar o pagamento –, nós vamos acelerar o pagamento”. “Depois vamos realizar o pagamento no mesmo calendário dos ciclos que anunciamos para que não tenha confusão. Ou seja, vamos adequar esses 800 mil ao mesmo calendário dos demais”, completou ele.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

Novo lote de solicitações do coronavoucher aprovadas

A Dataprev enviou para a Caixa, na última terça-feira (28), um novo lote com 805.318 solicitações do auxílio emergencial de R$ 600, que foram aprovadas depois que os beneficiários contestaram o reprovação anterior.

De acordo com a companhia responsável por fazer o cruzamento de dados dos solicitantes do auxílio emergencial, esse novo lote é composto por pedidos feitos entre 23 de abril e 19 de junho através do aplicativo ou site.

Frente a isso, 66,9 milhões de trabalhadores informais brasileiros têm o direito de receber o auxílio emergencial pago pelo governo, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Desse total, são elegíveis para receber o benefício:

  • 19,22 milhões contemplam o programa Bolsa Família;
  • 10,49 milhões estavam inscrito no CadÚnico;
  • 37,22 milhões se solicitaram o benefício através do site ou aplicativo.

Saiba mais: Coronavoucher: Caixa paga para nascidos em março e beneficiários do Bolsa Família

Por sua vez, os beneficiários que desejam saber se tiveram a solicitação do coronavoucher aprovada nesse novo grupo, podem acessar o portal de consultas da Dataprev.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião