Coronavoucher: extensão do auxílio emergencial terá até 4 parcelas

Coronavoucher: extensão do auxílio emergencial terá até 4 parcelas
Só os beneficiários que receberam primeira parcela do coronavoucher em abril, receberão 9 parcelas no total.

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou nessa terça-feira (29) durante uma coletiva de imprensa que só os beneficiários que receberam em abril primeira parcela do auxílio emergencial, apelidado de coronavoucher, receberão 9 parcelas do benefício no total, sendo que cinco serão no valor de R$ 600 e as outras quatro serão de R$ 300.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Nesse sentido, aqueles que receberam a primeira parcela do coronavoucher após o mês de abril receberão menos parcelas do auxílio extensão, uma vez que o benefício vai durar até dezembro de 2020.

Ou seja, os beneficiários que receberam a primeira parcela do auxílio emergencial em maio, receberão as 5 parcelas no valor de R$ 600 até setembro, e depois disso, a partir de outubro, só receberão mais 3 parcelas no valor de R$ 300.

Conheça o Suno One, a central gratuita de informações da Suno para quem quer aprender a investir. Acesse clicando aqui.

Na ocasião, Guimarães explicou que “todas as pessoas receberão as cinco parcelas do auxílio emergencial. Quando o auxílio terminar, elas receberão parcelas do auxílio extensão, até dezembro”, afirmou Guimarães.

Além disso, os beneficiários que começaram a receber o auxílio em abril, começarão a receber a primeira parcela da extensão já nessa quarta-feira (30).

Em relação aos beneficiários do Bolsa Família, o executivo destacou que “amanhã, todas as pessoas do Bolsa Família já terão recebido a primeira parcela do auxílio extensão”.

Caixa já pagou coronavoucher a 67,2 mi de pessoas

Guimarães ainda informou que o banco estatal já realizou o pagamento do coronavoucher a 67,2 milhões de pessoas, ao passo que o montante total pago foi de aproximadamente R$ 214 bilhões.

O dirigente sinalizou que 500 mil pessoas acabaram de ser aprovadas no auxílio, o que amplia o número total de beneficiários para 67,7 milhões.

Comentando sobre a distribuição o coronavoucher, ele disse que “o auxílio emergencial está indo para quem precisa, em todos os Estados, em todas as regiões”.  “34% do valor pago estão no Nordeste. Outros 10,6% estão na região Norte”, sinalizou Guimarães.

Com informações do Estadão Conteúdo.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião