Coronavoucher: Bolsonaro prorrogará auxílio na terça, diz aliado do presidente

Coronavoucher: Bolsonaro prorrogará auxílio na terça, diz aliado do presidente
O presidente da República, Jair Bolsonaro.

O aliado do presidente da República, Jair Bolsonaro, deputado Arthur Lira (Progressistas-AL), que também é líder do Centrão, afirmou no último sábado (29), em uma rede social, que o governo anunciará a prorrogação do auxílio emergencial (coronavoucher) na terça-feira (1).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

O auxílio emergencial era previsto, inicialmente, para durar três meses, e ficaria vigente entre os meses de abril, maio e junho. Entretanto, devido a crise causada pela pandemia de coronavírus (Covid-19), o governo prorrogou o benefício por mais dois meses através de um decreto.

Em uma rede social, o líder do Centrão não deu detalhes sobre o valor das próximas parcelas do coronavoucher. “Na terça-feira, vamos ao Palácio do Alvorada anunciar, junto com o presidente Jair Bolsonaro, a prorrogação do auxílio emergencial, benefício tão importante para milhões de brasileiros que precisam dessa ajuda para enfrentar esse período da pandemia”, escreveu Arthur Lira.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Também no último sábado, o presidente Bolsonaro disse que estenderia o pagamento do auxílio emergencial até dezembro deste ano. O valor, entretanto, também não foi tratado pelo mandatário.

“É pouco para quem recebe e muito para quem paga. Vocês gastam por mês 50 bilhões de reais neste auxílio. Nós pretendemos, com um valor menor, que obviamente não será 600 reais, mas também não será 200, prorrogá-lo até o final do ano e com isso fazer com que a economia volte à sua normalidade”, afirmou Bolsonaro em um evento realizado em Goiânia, na inauguração de uma usina de energia solar do Grupo DiRoma, da deputada do Centrão, Magda Mofatto (PL-GO).

Vale destacar também que Bolsonaro se reuniu com ministros nesta semana, incluindo, Paulo Guedes, líder da pasta econômica, para deliberar sobre a prorrogação do auxílio. De acordo com informações do jornal “O Estado de S. Paulo, o governo deverá prorrogar o “coronavoucher” até o final de 2020 com mais quatro parcelas de R$ 300, que é o valor defendido pelo presidente.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião