Coronavoucher: 3° parcela ‘precisa só da aprovação do presidente’

Coronavoucher: 3° parcela ‘precisa só da aprovação do presidente’
Caixa Econômica Federal

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou nessa quarta-feira (24) durante uma entrevista à ‘CNN Brasil’, que já está tudo acertado com o Ministério da Cidadania para o pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600, apelidado de coronavoucher, e que só falta a aprovação do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) para que o pagamento comece a ser feito.

“Nós já fechamos com o Ministério da Cidadania. Precisa só da aprovação do presidente da República. Já temos a questão técnica (definida), com tranquilidade”, declarou o presidente do banco responsável pelo pagamento do coronavoucher.

Segundo o executivo, a sanção de Bolsonaro deve acontecer “em breve”. Além disso, comunicou que “vamos anunciar também a segunda parcela de quem não recebeu, para que tenhamos o pagamento de todos de uma vez”.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

Guimarães ainda comentou que a terceira parcela já está sedo paga aos beneficiários que também recebem o Bolsa Família. Segundo ele, mais de 11 milhões de brasileiros já receberam a terceira parte do auxílio emergencial. O executivo ainda destacou que  ‘em breve, vamos anunciar (as datas de pagamento da terceira parcela para os demais beneficiários) — é o Ministério da Cidadania que anuncia, mas há todo o alinhamento técnico entre ministério e a Caixa”.

De acordo com Guimarães, primeiro, o pagamento será feito de forma digital, seguindo conforme o mês de nascimento dos beneficiários, e só depois será liberada a opção de saque.

“Faremos primeiro o pagamento de forma digital, por mês de nascimento, sempre começando por janeiro. Vamos começar por janeiro e seguindo por esse calendário. Algum tempo depois, vamos permitir o saque”, indicou o executivo.

Veja também: Coronavoucher: Maia volta a defender prorrogação do auxílio emergencial

“Por que fizemos assim? Dois meses atrás, não tínhamos ainda essa base, tivemos uma semana com filas. Todo mundo reclamou, estavam certos”, declarou o executivo comentando sobre o motivo de terem organizado o pagamento dessa forma.

Datas da 3° parcela do coronavoucher devem ser divulgadas nessa semana

O Ministério da Cidadania declarou nessa segunda-feira (22) que planeja divulgar o calendário de pagamento referente a terceira parcela do auxílio emergencial ainda nessa semana, apesar de não informar a data exata.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que organizaria uma conferência com representantes da Caixa e do Banco Central (BC), ainda na última segunda-feira, para cuidarem da programação do pagamento do coronavoucher.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião