Coronavírus: Marisa (AMAR3) suspende operações em todas as lojas no Brasil

Coronavírus: Marisa (AMAR3) suspende operações em todas as lojas no Brasil
Coronavírus: Marisa (AMR3) suspende operações em todas as lojas

A Marisa Lojas (AMAR3) informou ao mercado, no último sábado (21), que decidiu fechar as suas lojas físicas em todo o Brasil por tempo indeterminado, a partir deste domingo (22), em razão da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“A Marisa vem comunicar aos seus acionistas e ao mercado que decidiu fechar as suas lojas físicas em todo o Brasil, sejam em shopping centers ou em rua, por tempo indeterminado, em função dos desdobramentos recentes relacionados ao coronavírus. A nossa loja virtual continuará funcionando, e nossos colaboradores das áreas administrativas continuarão trabalhando em home office.”

Outra varejista de roupa também comunicou a suspensão de suas operações em todas as lojas no Brasil. A C&A (CEAB3) anunciou o fechamento por tempo indeterminado de suas lojas por causa da Covid-19.

Confira outras empresas que fecharam as lojas por causa do coronavírus

Com os impactos da pandemia de coronavírus, outras empresas também anunciaram o fechamento de suas unidades ao longo desta semana. A Riachuelo (GUAR3) anunciou na última sexta-feira (20) que fechou as 323 lojas no País, como medida para conter os avanços da pandemia.

Conforme o comunicado, as lojas estão fechadas desde sábado. As lojas de São Paulo e Rio de Janeiro já estavam com as operações suspensas por conta de decretos governamentais.

A Lojas Renner (LREN3) anunciou, na última quinta-feira (19), o fechamento temporário de todas as suas lojas físicas no País. As unidades da Grande São Paulo já estavam fechadas, seguindo orientações das autoridades locais.

Bolsa em queda livre!? Aproveita as maiores oportunidades da bolsa brasileira com nosso acesso Suno Premium

Além disso, a rede de fast-food McDonald’s comunicou na última quinta-feira (19) que fechará os salões de suas lojas por conta da pandemia a partir da próxima segunda-feira (23). A empresa só permitirá que os clientes utilizem delivery, drive-thru ou façam pedidos para viagem.

O Burger King (BKBR3) também foi uma das empresas que, como a Riachuelo, anunciou a suspensão de suas atividades presenciais. Os clientes da rede de restaurantes só poderão pedir para viagem. A Popeyes, que é controlada pelo Burger King no Brasil, também não disponibilizará seus salões aos clientes, em razão do coronavírus.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião