Internacional

Coronavírus: Câmara dos EUA aprova pacote de estímulos de US$ 2 tri

0

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta sexta-feira (27) o pacote de estímulos à economia de US$ 2 trilhões (cerca de R$ 10,2 trilhões). A medida tem como objetivo minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Entre as principais medidas, o pacote de estímulos prevê empréstimo de dinheiro para estados, um programa de ajuda para empresas, além de remuneração direta para os cidadãos norte-americanos. A proposta, que foi aprovada pelo Senado na última quarta-feira (25), agora passará pela sanção do presidente norte-americano Donald Trump

Confira, de acordo com a agência de notícias “Reuters”, quanto será destinado para cada uma das medidas do plano:

  • US$ 500 bilhões para indústrias afetadas com empréstimos;
  • US$ 500 bilhões distribuídos a milhões de famílias, numa média de US$ 3 mil por família;
  • US$ 350 bilhões em empréstimos a pequenas empresas;
  • US$ 250 bilhões para auxílio-desemprego;
  • US$ 150 bilhões para governos locais e estaduais;
  • US$ 100 bilhões para o sistema de saúde e áreas correlatas.

Coronavírus e Mercado Financeiro | Saiba quais oportunidades você pode estar perdendo

A votação na Câmara quase foi prejudicada após um desentendimento entre parlamentares. A líder dos democratas, Nancy Pelosi, combinou com o Partido Republicano para que os deputados que estivessem fora de Washington pudessem votar virtualmente, em caso excepcional por conta do coronavírus.

Entretanto, o republicano Thomas Massie, do Kentucky, exigiu que o quórum mínimo necessário para a votação fosse seguido. Depois disso, Trump pediu a expulsão do parlamentar do Partido Republicano por meio de uma publicação no Twitter.

“Ele só quer publicidade. Ele não pode parar (a votação do projeto), somente atrasar, o que também é perigoso”, disse o presidente norte-americano sobre o posicionamento de Massie.

Coronavírus nos Estados Unidos

Segundo a universidade norte-americana John Hopkins, desde o primeiro caso confirmado, o coronavírus já matou 1.046 pessoas em território estadunidense. Mais de 97 mil pessoas foram infectadas, ultrapassando a China e a Itália.

Para conter o avanço da pandemia, quase um terço da população do país, 100 milhões de pessoas, receberam a determinação de permanecerem em suas casas. As aulas foram suspensas no país e estabelecimentos comerciais foram fechados, levando à demissão de milhares de trabalhadores.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a situação dos Estados Unidos está se deteriorando. De acordo com a entidade, em entrevista coletiva na última terça-feira, o país poderá ser o novo epicentro do coronavírus no mundo.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.