Economia

Contas externas tem superávit de US$ 329 milhões em outubro

0

O Banco Central informou nesta terça-feira (27) que o Brasil registrou um superávit em suas contas externas de US$ 329 milhões em outubro. Todavia, a expectativa era de que este valor chegasse a US$ 1,3 bilhão no período.

Contudo, os dados positivos das contas externas representam o maior número para outubro desde 2006, quando o salto foi de US$ 1,494 bilhão.

Enquanto na comparação com o mesmo período em 2017, o valor ganha mais destaque. Isto porque foi registrado um prejuízo de US$ 1,419 bilhão nas contas externas do Brasil em outubro do ano passado.

Mesmo com os números positivos de outubro, as contas externas de 2018 até outubro apresentam saldo deficitário de US$ 11,333 bilhões. Enquanto na mesma faixa de tempo em 2017, este número chegava a US$ 5,487 bilhões.

Saiba mais: Produção industrial tem crescimento no mês de outubro, aponta CNI

Para o mês de novembro, o BC espera que os dados apresentados sejam negativos em US$ 1,7 bilhão. A expectativa para 2018 é que o saldo fique negativo em US$ 14,3 bilhões

Enquanto nos 12 meses até outubro, o valor das transações ficou em US$ 15,401 bilhões. Valor que equivale a 0,8% do PIB do país.

Investimento direto e estrangeiro

Em outubro, o Investimento Direto do País (IDP) foi dei US$ 10,382 bilhões. Valor mais elevado para o mês desde e outubro. Além de estar acima dos US$ 8,5 bilhões projetados pelo BC.

No ano de 2018, até outubro, o IDP chegou a US$ 67,508 bilhões, enquanto no mesmo período em 2017 a soma era de US$ 61,014 bilhões.

A estimativa é de que os investimentos diretos acabem em US$ 72 bilhões em 2018, valor que representa 3,8% do PIB.

Saiba mais: Arrecadação federal alcança R$ 131,9 bilhões em outubro, alta de 4,12%

Enquanto os investimentos estrangeiros, em outubro, representaram a entrada líquida de US$ 940 milhões. Em setembro a saída havia de US$ 3,961 bilhões.

A expectativa do BC para este ano é que o resultado acabe positivo em US$ 2,467 bilhões.

O que são as contas externas

As contas externas do país são a diferença do valor que o país gastou e que recebeu nas transações internacionais referentes ao comércio, serviços, rendas e transferências unilaterais.

Compartilhe a sua opinião

Mateus Vasconcellos
Formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Mateus Vasconcellos escreve sobre o mercado financeiro para o portal de notícias da Suno Research. Antes da Suno, teve passagem pelo Observatório do Terceiro Setor e é vencedor do 7° Prêmio Jovem Jornalista Fernando Pacheco Jordão.