Negócios

Cemig apresenta lucro de R$ 497,5 milhões no 4T19; queda de 50,36%

0

A Cemig (CMIG3) divulgou seus resultados referentes ao último trimestre do ano passado, na noite da última quinta-feira (19). A empresa teve lucro líquido de R$ 497,5 milhões entre outubro e dezembro de 2019, uma queda de 50,36% em relação ao valor de R$ 1 bilhão registrado no quarto trimestre do ano anterior.

A demonstração de resultados foram feitas em padrão IFRS e o lucro líquido é o atribuído aos sócios da empresa controladora. De acordo com os dados financeiros que constam na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a receita líquida da Cemig no último trimestre do ano passado alcançou o valor de R$ 6,38 bilhões, um crescimento de 16,77% em relação aos R$ 5,47 bilhões apresentados no quarto trimestre de 2019.

“Black Friday” na B3 | Saiba como usar o fator Coronavírus a seu favor tendo acesso aos melhores investimentos do mercado

A empresa registrou alta de 18,86% no custo de vendas do quarto trimestre do ano passado, para R$ 5,75 bilhões, em relação aos R$ 4,84 bilhões do mesmo intervalo de 2018.

O lucro bruto da Cemig entre outubro e dezembro de 2019 foi de R$ 636,7 milhões, um avanço de 0,75% em relação aos R$ 631,9 milhões no último trimestre de 2018.

A companhia de energia apresentou lucro operacional de R$ 673,5 milhões no quarto trimestre do ano passado, um avanço de 0,88% em comparação aos R$ 357,8 milhões do quarto trimestre do ano anterior.

Investimentos da Cemig entre 2020 e 2024

A companhia informou ao mercado, há cerca de um mês, que tem a estimativa de investir R$ 10,4 bilhões entre 2020 e 2024.

De acordo com a Cemig, a previsão é de que para este ano haja um investimento de R$ 2 bilhões. A companhia de energia mineira planeja valores de aportes muito maiores do que o registrado no ano passado, de R$ 986 milhões.

“Esses investimentos (de 2019) foram destinados à conexão de aproximadamente 128 mil novos clientes e na modernização da base de ativos, visando redução dos custos de operação e manutenção, proporcionando melhoras nos indicadores de qualidade e aumento da satisfação dos nossos clientes”, comunicou a Cemig.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Juliano Passaro
Juliano Passaro escreve sobre política, economia e negócios para o portal da Suno Research. Antes da Suno, trabalhou no Portal da Band. É formado em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.