Cemig (CMIG3) aprova pagamento de R$ 764,181 milhões em dividendos

Cemig (CMIG3) aprova pagamento de R$ 764,181 milhões em dividendos
A Cemig (CMIG4) informou, na noite da última terça-feira (8), que a BlackRock aumentou sua participação acionária na empresa.

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig (CMIG3; CMIG4) informou nessa sexta-feira (31), através de aviso aos acionistas, que aprovou em Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária, realizada na mesma data, o pagamento de R$ 764,181 milhões em dividendos mínimos obrigatórios.

A Cemig explicou que o pagamento será realizado até o fim do ano, em duas parcelas, sendo uma de R$ 0,274 por ação, referente a R$ 400 milhões em  juros sobre o capital próprio (JCP), fazendo jus os acionistas que tinham as ações da companhia em 23 de dezembro de 2019.

A segunda parcela é de R$ 0,249 por ação de emissão da companhia, correspondente a R$ 364,181 milhões na foma de dividendos, fazendo jus os acionistas com ações da Cemig na data de hoje.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, na Assembléia foi aprovado o aumento do Capital Social de R$ 7,293 milhões para R$ 7,593 milhões, com a emissão de 60 milhões novas ações, sendo pouco mais de 20 milhões ordinárias e o restante preferenciais, mediante a capitalização de R$ 300 milhões provenientes da reserva de lucros.

Frente a isso, a companhia destacou uma bonificação de pouco mais de 4,113% em novas ações, do mesmo tipo das antigas e do valor nominal de R$ 5,00.

Entretanto, os acionistas que farão jus ao benefício são aqueles que detêm ações na data de hoje. Assim, as ações passarão a ser negociadas a ‘ex-direitos’ à bonificação já na próxima segunda-feira (3).

Balanço da Cemig no 1T20

A Cemig (CMIG3) registrou um prejuízo de R$ 57,1 milhões no primeiro trimestre de 2020. Desse modo, a companhia de energia reverteu o lucro de R$ 797 milhões reportado no mesmo período em 2019.

A receita líquida da companhia cresceu 2,5% na comparação de base anual, para R$ 6 bilhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 45%, para R$ 808,2 milhões. Por sua vez, o Ebitda ajustado teve queda de 6,6%, para R$ 1,3 bilhão.

Veja também: Cemig investe R$ 190 mi para automatizar rede de distribuição de energia

De acordo com a Cemig, além da reavaliação do valor das ações na Light, avaliadas agora como “ativo mantido para venda”, a companhia sofreu com a alta cotação do dólar, após ter realizado nos últimos anos captações em moeda estrangeira.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião