CCR (CCRO3) registra aumento de 2,8% na movimentação de suas rodovias

CCR (CCRO3) registra aumento de 2,8% na movimentação de suas rodovias
CCR (foto: divulgação)

A CCR (CCRO3) registrou um aumento de 2,8% no volume de tráfego das rodovias operadas por ela, entre os dias 18 e 24 de setembro. As informações foram divulgadas ao mercado pela empresa na última sexta-feira (25).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Desconsiderando a ViaSul, a companhia registrou  queda foi de 2,6% no período. O Grupo CCR comunicou que “segue comprometido com a segurança de seus colaboradores e das comunidades das regiões onde atua no combate da pandemia do coronavírus“.

A diminuição, segundo o grupo, se deve as medidas adotadas pelas autoridades em razão da covid-19.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

CCR fecha compra de participações restantes na Rodonorte

A empresa de concessões rodoviárias CCR firmou em julho deste ano um acordo para adquirir a totalidade das participações detidas pela Cesbe Participações e pela Porto de Cima Concessões na Rodonorte.

A companhia irá comprar a participação de 7,34% da Cesbe e de 5,45% da Porto de Cima e, dessa maneira, passará a deter a totalidade do capital social da concessionária. A CCR, no entanto, não divulgou os detalhes financeiros da operação.

A Rodonorte, atualmente, administra um total de 487 quilômetros de rodovias no Paraná, incluindo a BR-277 e a BR-376, que ligam Curitiba a Ponta Grossa.

Resultado do 2º trimestre

A CCR apresentou um prejuízo líquido de R$ 142 milhões no segundo trimestre de 2020. Trata-se de uma reversão dada o lucro líquido de R$347 milhões no mesmo período no ano passado.

O tráfego consolidado apresentou decréscimo de 18,2%, na comparação de base anual. Excluindo-se a ViaSul, houve queda de 22,1% no período.  O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 853,6 milhões no segundo trimestre, apresentando retração de 38,1%. A margem Ebitda totalizou 48,3%.

O resultado financeiro líquido da CCR totalizou um prejuízo de R$ 241 milhões, queda de 23,7%, quando comparado com segundo trimestre de 2019.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião