Carrefour Brasil registra alta de cerca de 9% nas vendas brutas no 3T19

Carrefour Brasil registra alta de cerca de 9% nas vendas brutas no 3T19
Banco Carrefour recebe aval do BC para operar como banco múltiplo

O Carrefour (CRFB3) comunicou, nesta segunda-feira (21), que obteve alta de cerca de 9% nas vendas brutas do terceiro trimestre de 2019 em comparação ao mesmo período de 2018. O desempenho, de R$ 14,44 bilhões foi motivado pela divisão de atacarejo e pela alta no faturamento dos supermercados do grupo.

O grupo Carrefour, que gerencia a bandeira Atacadão (além de sua própria) cresceu 3,8% nas vendas de mesmas lojas durante o período de julho ao fim de setembro, expandindo 8,8% no indicador dos supermercados.

Confira também: GPA registra alta de 9,5% nas vendas totais do 3º trimestre

A rede de supermercados afirmou ainda que as vendas online tiveram crescimento de 44,2% para R$ 449 milhões no terceiro trimestre.

Carrefour comprou a fintech Ewally

O grupo finalizou, no começo de outubro, a compra de 49% de participação na fintech Ewally Tecnologia e Serviços.

Saiba mais: Grupo Carrefour Brasil finaliza compra de 49% da Ewally

De acordo com comunicado divulgado pelo Carrefour, foi feita a assinatura dos instrumentos finais, por intermédio da Carrefour Comércio e Indústria, sua subsidiária, com opção de compra do controle até 2022.

“Com essa transação o Grupo Carrefour Brasil reforça ainda mais seu ecossistema e reafirma seu compromisso com sua estratégia de transformação digital”, afirmou a empresa.

Acordo já havia sido anunciado pelo grupo

A companhia havia comunicado anteriormente que chegou a um acordo para aquisição de 49% da fintech Ewally, com opção de compra do controle em 2022. A informação foi noticiada pela agência Reuters.

Em comunicado, o grupo declarou que: “Plenamente alinhada com a estratégia de digitalização da companhia, esse movimento dá início à atuação no segmento de conta digital”.

Saiba mais: Carrefour Brasil chega a acordo por 49% de Ewally

Além disso, o Carrefour salientou que o acordo acelerará o processo de transformação digital e inovação, ampliando seu ecossistema de pagamentos e distribuição de produtos e serviços digitais no País. Detalhes da transação não foram informados.

Rafael Lara

Compartilhe sua opinião