Capital Research Global aumenta participação acionária na Azul (AZUL4)

Capital Research Global aumenta participação acionária na Azul (AZUL4)
Azul

A Azul (AZUL4) comunicou aos acionistas e ao mercado em geral nessa terça-feira (22) que a Capital Research Global Investors aumentou sua participação acionária na companhia aérea para 5,1% ante 4,83%.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Nesse sentido, a Capital Research Global Investors que administrava 15.935.223 ações PN da Azul, passou a administrar 16.845.579 ações PN e ADRs representativos de ações PN da aérea.

A Capital Research Global Investors explicou que “o objetivo das participações societárias acima mencionadas é estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia”.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Além disso, a companhia aérea disse que soube do aumento da participação acionária na última segunda-feira (21) quando a companhia de serviços financeiros enviou à Azul uma correspondência “acerca da aquisição de participação acionária relevante na companhia”.

Azul recebe proposta de apoio financeiro da BNDESPar

A Azul comunicou ao mercado no último domingo (13) que recebeu da BNDES Participação (BNDESPar) e um sindicato de bancos uma proposta de apoio financeiro aos setores atingidos pelos efeitos da crise decorrente da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

De acordo com o comunicado da Azul, a proposta prevê uma oferta pública de um instrumento financeiro híbrido com objetivo de captar no mínimo R$ 2 bilhões.

Além de prever também que a BNDESPar seja o investidor âncora podendo subscrever até 60% da oferta enquanto os bancos prestarão garantia de até 10% da mesma.

O instrumento financeiro consiste na combinação dos seguintes itens:

“Estimamos que a emissão do bônus de subscrição resultará em uma potencial diluição de aproximadamente 15% baseado no preço de fechamento da ação da Azul (R$26,58) na última sexta-feira (11)”.

A Azul  informou que irá analisar a proposta, “juntamente com outras alternativas de financiamento disponíveis”.

Laura Moutinho

Compartilhe sua opinião