Destaque

Camil (CAML3) levantará R$ 350 milhões por meio de debêntures

Camil (CAML3) levantará R$ 350 milhões por meio de debêntures
A Camil (CAML3) informou, na noite da última terça, que seu Conselho aprovou a realização da 9ª emissão de debêntures da empresa.

A Camil (CAML3) informou, na noite da última terça-feira (29), que seu Conselho de Administração aprovou a realização da 9ª emissão de debêntures da empresa. Serão levantados até R$ 350 milhões. As informações foram reveladas por meio de um comunicado ao mercado.

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

lead suno background

Segundo a Camil, as debêntures serão simples, não conversíveis em ações, da espécie quirográfica, em série única, para distribuição pública com esforços restritos. O processo será intermediado pelo Itaú BBA, sob regime de garantia firme de colocação.

O valor nominal unitário dos papéis de crédito privado será de R$ 1 mil, não sujeito à atualização monetária ou correção por qualquer índice. Os juros remuneratórios ficarão na ordem de 100% da taxa DI, acrescida pelo spread de 2,70% ao ano, com base em um ano de 252 dias úteis.

No Suno One você aprende a fazer seu dinheiro trabalhar para você. Cadastre-se gratuitamente agora!

O prazo de vigência das debêntures será de cinco anos contados da emissão, portanto, encerrando-se no dia 30 de setembro de 2025. A companhia reitera que as condições gerais e prazos de emissão encontram-se detalhados na ata da reunião do Conselho de Administração da última terça-feira.

De acordo com a companhia, os recursos líquidos captados com a operação serão destinados exclusivamente para a aquisição de arroz in natura diretamente de produtores rurais e cooperativas de produtores rurais, em volume correspondente a R$ 200 milhões. O restante, R$ 150 milhões, será utilizado para reforço do caixa da empresa.

Camil fará recompra de ações

A Camil informou ao mercado, no fim do mês passado, que, em reunião do Conselho de Administração, foi aprovado o novo programa de recompra de ações de emissão da companhia. A empresa informou que poderá adquirir até 4 milhões de ações ordinárias, observando os limites estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O programa de recompra de ações tem prazo de 12 meses, tendo como termo final o dia 27 de agosto de 2021. A operação será coordenada pela Ágora Investimentos.

“Os membros do Conselho de Administração entendem que a situação financeira atual da companhia é compatível com a execução do Programa de Recompra nas condições aprovadas e se sentem confortáveis de que a recompra de ações não prejudicará o cumprimento das obrigações assumidas com credores nem o pagamento de dividendos obrigatórios mínimos”, informou a Camil.

Jader Lazarini

Compartilhe sua opinião