Caixa Seguridade retoma IPO e vai ao Novo Mercado da B3

Caixa Seguridade retoma IPO e vai ao Novo Mercado da B3
Caixa Seguridade retomou processo de IPO após "turbulência dos mercados"

A Caixa Seguridade informou nesta quarta-feira (12) que a controladora Caixa Econômica Federal protocolou na  Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de retomada do registro da oferta pública de distribuição secundária de ações ordinárias (IPO, na sigla em inglês).

lead suno imagem ilustrativa

Receba as principais notícias do mercado diariamente.

Receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!

Parabéns! cadastro feitocom sucesso.

lead suno background

Além do documento enviado ao órgão regulador do mercado de capitais brasileiro, o banco estatal também comunicou a aprovação da entrada da Caixa Seguridade no segmento de alta governança corporativa da B3, o Novo Mercado.

O segmento é recomendado para empresas que pretendem realizar grandes ofertas e direcionadas a qualquer tipo de investidor. Segundo a Caixa Econômica, a decisão foi tomada em Assembleia Geral Extraordinária realizada nesta quarta-feira.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

Ao Novo Mercado também está atrelado um conjunto de regras societárias que estendem os direitos dos acionistas, bem como a estabelecem a divulgação de políticas e a existência de estruturas de fiscalização e controle.

Segundo a B3, o segmento conduz as empresas ao mais elevado padrão de governança corporativa e permite às companhias emitir apenas ações com direito de voto, as chamadas ações ordinárias.

Ainda de acordo com as determinações da bolsa brasileira, entre as regras a serem adotadas estão a inclusão de, no mínimo, dois ou 20% de conselheiros independentes no conselho de administração, o que for maior, com mandato unificado de, no máximo, dois anos.

Caixa Seguridade retoma IPO após turbulências

A Caixa Econômica havia anunciado no último dia 16 de julho a retomada da oferta pública de ações, interrompida em razão de “turbulência dos mercados” provocada pela pandemia do novo coronavírus.

O processo de IPO estava estimado na casa dos R$ 15 bilhões e era previsto para ser concluído ainda no mês de abril.

“A companhia continuará mantendo o mercado informado, nos termos da regulamentação aplicável, a respeito de qualquer decisão ou fatos adicionais relacionados à Oferta e à sua listagem no Novo Mercado”, comunicou a Caixa Seguridade, em fato relevante.

Arthur Guimarães

Compartilhe sua opinião