Caixa Seguridade retoma discussões sobre oferta pública de ações

Caixa Seguridade retoma discussões sobre oferta pública de ações
Caixa Seguridade retomou processo de IPO após "turbulência dos mercados"

A Caixa Seguridade Participações comunicou aos seus acionistas e ao mercado em geral, nesta sexta-feira (17), que sua controladora Caixa Econômica Federal optou por retomar as discussões e análises referentes aos registros da oferta e da listagem da empresa. Os planos foram interrompidos em março deste ano por conta do momento conturbado do mercado na época.

Os processos de registro da oferta pública de distribuição secundária de ações
ordinárias de emissão da Caixa Seguridade e de admissão e listagem da companhia no segmento de negociação da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), denominado Novo Mercado, foram originalmente anunciados em um fato relevante no 21 de fevereiro deste ano.

A Caixa Seguridade é o quarto maior grupo segurador do país, organizando as participações em seguros, previdência privada, capitalização e consórcio. A companhia informou que “continuará mantendo o mercado informado, nos termos da regulamentação vigente, a respeito da evolução dos assuntos relacionados às potenciais oferta e listagem”.

Suno One: o primeiro passo para alcançar a sua independência financeira. Acesse agora, é gratuito!

Vale destacar que a previsão inicial, realizada em fevereiro, era de que o processo de IPO fosse concluído ainda no mês de abril.

Lucro da Caixa Seguridade no 1T20

O braço de seguridade da estatal registrou um lucro líquido de R$ 413,9 milhões no primeiro trimestre deste ano. O valor corresponde a uma alta de 7,6%, em comparação com o mesmo período no ano anterior.

A receita operacional ficou em R$ 492,8 milhões, avanço de 7,8%. O faturamento da Caixa Seguridade foi de R$ 8,4 bilhões, crescimento de 7% frente ao mesmo período do ano de 2019.

O Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) passou de 34,5% a.a em dezembro de 2019, para 34,8% a.a. em março de 2020, “refletindo crescimento de rentabilidade da companhia no primeiro trimestre”. As despesas operacionais registraram aumento de 15,6% em comparação com janeiro a março de 2019.

A Caixa Seguridade iniciou o ano de 2020 anunciando duas novas parcerias. No dia 6 de janeiro, o braço de seguridade da Caixa anunciou o acordo de associação com a Tokio Marine Seguradora, para os ramos de seguros Habitacional e Residencial. Já no dia 20 de janeiro, a empresa realizou um acordo com a Icatu, para o ramo Capitalização.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião