Caixa Seguridade registra lucro líquido de R$ 413,9 milhões no 1T20

Caixa Seguridade registra lucro líquido de R$ 413,9 milhões no 1T20
Caixa Seguridade retomou processo de IPO após "turbulência dos mercados"

A Caixa Seguridade registrou um lucro líquido de R$ 413, 9 milhões no primeiro trimestre de 2020. Esse valor é correspondente a alta de 7,6%, em comparação com o mesmo período no ano anterior.

A receita operacional ficou em R$ 492,8 milhões, alta de 7,8%. O faturamento da Caixa Seguridade foi de R$ 8,4 bilhões, crescimento de 7% de comparação com base anual.

Saiba mais: Suno One: O primeiro passo para alcançar a sua independência financeira

O Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE) passou de 34,5% a.a em dezembro de 2019, para 34,8% a.a. em março de 2020, “refletindo crescimento de rentabilidade da companhia no primeiro trimestre”.

As despesas operacionais registraram aumento de 15,6% em comparação com janeiro a março de 2019.

A Caixa Seguridade iniciou o ano de 2020 com o estabelecimento de duas novas parcerias, “dando continuidade ao processo competitivo para reestruturação da operação de seguros iniciado em 2019”.

No dia 06 de janeiro, foi firmado acordo de associação com a Tokio Marine Seguradora, para os ramos de seguros Habitacional e Residencial, e no dia 20 de janeiro, com a Icatu, para o ramo Capitalização.

“As associações contemplam a formação de novas sociedades, que explorarão por 20 anos os respectivos ramos na rede de distribuição da Caixa Econômica Federal. Os acordos preveem o repasse para a CAIXA de R$ 1,52 bilhão, pela Tokio Marine, e R$ 180 milhões, pela Icatu.”

Caixa Seguridade e Tokio Marine têm joint-venture aprovada pelo Cade

A parceria entre Caixa Seguridade e Tokio Marine para a criação de uma joint-venture do setor de seguros, residencial e habitacional, foi aprovada, sem restrições, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Saiba Mais: Caixa Seguridade e Tokio Marine têm joint-venture aprovada pelo Cade

A empresa formada pelas duas companhias irá atuar com a distribuição, oferta, venda, pós-venda e divulgação de produtos de seguros do setores habitacional e residencial. Tudo isso será feito na rede de distribuição da Caixa Econômica Federal.

De acordo com informações da “Agência Estado”, a Tokio Marine irá fazer um aumento de capital na joint-venture no valor de R$ 1,52 bilhão. Este valor será repassado para a Caixa Seguridade.

Poliana Santos

Compartilhe sua opinião