Negócios

Caixa fará alteração na diretoria em preparação para IPOs, diz jornal

0

A Caixa está em meio a uma série de alterações em sua diretoria, preparando a companhia para a abertura de capital (IPO) de suas subsidiárias. As informações são do jornal “Valor Econômico”.

O CEO da Caixa Seguridade, Marco Barros, sairá do posto de presidência e passará a fazer parte do Conselho de Administração. Ele dará lugar a Eduardo Dacache. O executivo assumirá a holding de seguros para capitanear a privatização, que está prevista para acontecer em março.

O atual vice-presidente do banco estatal, Júlio Volpp, vai assumir a presidência da Caixa Cartões, que também irá ofertar suas ações ao mercado neste ano. Paulo Angelo, vice-presidente de fundos de governo, passará a liderar a área de varejo, alvo de expansão da Caixa. O executivo, segundo fontes, fez um bom trabalho na liberação das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Confira: Banco pretende reduzir juros do cheque especial a 2% ao mês

Ainda não se sabe quem irá para o lugar de Dacache, que terminou recentemente a criação de uma área de atacado no banco estatal. Quem quer que seja o candidato, terá de passar por um headhunter e ser aprovado pelo conselho.

Segundo o “Valor Econômico”, Barros fez um bom trabalho no levantamento das parcerias de seguros da Caixa, mas a expectativa é que Dacache passe a dar uma direção mais comercial à operação. Os dois executivos vão participar do roadshow para a oferta pública inicial de ações.

Caixa anuncia novo modelo de negócio

A Caixa anunciou, na última segunda-feira (13), que terá um novo modelo de negócios com foco em aumentar os negócios com as empresas de médio porte e diversificar as receitas da instituição.

“Essa estrutura incrementa a capacidade negocial e operacional da Caixa para ampliar negócios com médias e grandes empresas, garantindo competitividade na execução da estratégia de negócios do banco”, afirmou Dacache.

A instituição financeira comunicou que o novo modelo possui segmentação de clientes, uma alta oferta de produtos e serviços, e novas unidades serão abertas com equipes especializadas e focadas nas áreas que a Caixa têm forte influência, como as de infraestrutura e construção civil, além também do agronegócio.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Jader Lazarini
Jader Lazarini escreve sobre mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias da Suno Research. Anteriormente, trabalhou na Unidas. Estuda Relações Internacionais na Universidade Anhembi Morumbi.