Negócios

Caixa devolverá ao menos R$ 10 bilhões ao Tesouro em 2020, diz CEO

0

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou, nesta quarta-feira (22), que o banco devolverá ao menos R$ 10 bilhões para o Tesouro Nacional neste ano.

De acordo com Guimarães, a projeção de R$ 10 bilhões está baseada nos resultados financeiros das operações da Caixa em 2020. Dessa forma, o valor devolvido ao Tesouro pode ser ainda maior caso o banco obtenha resultados positivos em alguns eventos aguardados para este ano, sendo eles:

  • IPOs das unidades de seguros e cartões de crédito;
  • venda de participação no banco Pan;
  • criação de dois fundos imobiliários com ativos próprios.

“Se realizarmos as aberturas de capital, devolveremos mais e mais rápido”, afirmou o presidente do banco estatal.

No ano passado, o banco devolveu R$ 11,35 bilhões aos cofres públicos. O montante faz parte de um acordo entre o CEO da estatal e o ministro da Economia, Paulo Guedes, para reequilibrar as contas públicas e tirar o banco de operações consideradas como “loucura” por Guimarães.

A Caixa recebeu R$ 40 bilhões do Tesouro somente na última década. Segundo o presidente do banco, grande parte destes recursos foram utilizados para conceder empréstimos a grandes empresas que poderiam buscar outras fontes de financiamento.

O executivo salientou que o foco do banco é pagar todo o valor que deve ao governo. “Não preciso ter tanto patrimônio líquido. Nosso foco é pagar essa loucura”, afirmou Guimarães.

Privatização da Caixa

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site “Jota” e divulgada na última segunda-feira (20), 62,4% dos deputados são contra a ideia de privatizar a Caixa. Outros 33,6% são a favor da desestatização da instituição e 4% se disseram “neutros”.

Saiba mais: Caixa: Mais de 60% dos deputados são contra a privatização do banco, diz pesquisa

Em contrapartida, quando o assunto muda de Caixa para Banco do Brasil, os parlamentares mudam de opinião. Sendo assim, 54,5% deles se disseram a favor da privatização do banco, enquanto 40,8% foram contrários e os outros 4,7% se declararam neutros (nem contra, nem a favor).

Um dado importante da pesquisa é de que todos os parlamentares que são da oposição do governo atual são contrários a privatização da Caixa.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Giovanna Oliveira
Giovanna Oliveira escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, foi repórter do portal de jornalismo da ESPM-SP e produziu conteúdo para a Corinthians TV. É estudante da ESPM.