Negócios

Café: Brasil fatura US$ 5,1 bilhões com exportações em 2018

0

O Brasil faturou em exportações com o café US$ 5,1 bilhões em 2018.

No ano passado, o País exportou 35,2 milhões de sacas de 60 quilogramas de café verde, solúvel, torrado e moído, aumento de 13,9% em relação a 2017.

Saiba mais: Araújo anuncia criação de Departamento do Agronegócio no Itamaraty

Em entrevista para o jornal Notícias Agrícolas, o presidente do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), Nelson Carvalhaes, disse que a receita com as exportações dos diferentes tipos de café chegou a US$ 5,1 bilhões.

No entanto, o valor é 3,0% menor que 2017 por conta da queda do preço médio da saca, 14,9% mais baixo do que em 2017.

O aumento das exportações do produto para a China impulsionaram as vendas. O país asiático elevou as compras do café brasileiro em 150%, importando quase 163 mil sacas.

Já em mercados consolidados, como Estados Unidos, Bélgica, Japão e Reino Unido, as exportações continuaram firmes.

Saiba mais: Exportações do agronegócio batem recorde e ultrapassam US$ 100 bi

Carvalhaes disse que para 2019 o cenário é otimista, com previsão de crescimento nos mercados asiáticos.

O Brasil produziu 53,73 milhões de sacas de 60 quilogramas em 2017, quebra de 7,1% em relação a 2016. Os números são da Organização Internacional do Café.

Além disso, o País é o principal produtor mundial de café. Em segundo lugar vem o Vietnã, com uma larga diferença de 29,5 milhões de sacas em relação ao Brasil.

Soja

Por outro lado, a soja brasileira vem enfrentando quedas nas estimativas de exportação.

Três consultorias já rebaixaram as previsões para a safra 2018/2019:

  • Datagro
  • Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove)
  • Deral

clima seco e quente verificados no mês de dezembro de 2018 motivou a redução das expectativas.

Saiba mais: Consultoria diminui previsão de safra de soja por causa da seca

A Abiove também estima que o faturamento com as exportações do complexo de soja caia de US$ 34,2 bilhões para US$ 32,75 bilhões em 2019.

No caso do café, o clima seco quebrou a safra de 2017 no Espirito Santo, um dos maiores produtores do País. Porém, o Brasil conseguiu se recuperar da queda.

Compartilhe a sua opinião

Renan Dantas
Escreve sobre política e mercado financeiro para o portal Suno Notícias. Antes, atuou na assessoria de comunicação do Ministério Público do Trabalho e na Rádio Mackenzie, onde apresentava e produzia um programa sobre artistas da música brasileira. É estudante na Universidade Presbiteriana Mackenzie.