Burger King (BKBR3) tem aproximadamente 75% de suas lojas em operação

Burger King (BKBR3) tem aproximadamente 75% de suas lojas em operação
Burger King (divulgação)

O Burger King Brasil Operação e Assessoria a Restaurantes (BKBR3) comunicou, aos seus acionistas e ao mercado em geral, na última quinta-feira (2), que cerca de 75% das suas lojas, sendo das marcas Burger King e Popeyes Louisiana Kitchen, estão em operação.

O Burger King havia fechado suas lojas no Brasil no dia 23 de março, em razão da pandemia de coronavírus. Suas operações, no entanto, continuaram sendo feitas via canais de delivery e drive-thru.

A companhia informou que as decisões para as retomadas das operações são analisadas individualmente por um comitê multidisciplinar, que foi instalado em março para gerir melhor o momento de crise, e seguem atentamente todas as recomendações municipais e federais em relação às condições de funcionamento das operações dos restaurantes, tendo em vista o distanciamento social que garante a segurança dos clientes e colaboradores.

Suno One: acesse gratuitamente eBooks, Minicursos, Artigos e Video Aulas sobre investimentos com um único cadastro. Clique para saber mais!

“Dentre as ações consideradas para as aberturas, intensificamos os procedimentos de higienização dos nossos restaurantes, ampliamos o uso de EPIs, distribuímos máscaras para todos os nossos colaboradores, instalamos
acrílicos de proteção nas lojas e enviamos termômetros para medição de temperatura de colaboradores e clientes nas lojas fora de shoppings”, informou o Burger King.

A companhia também destacou que a maioria das lojas que estão sendo reabertas estão localizadas em shoppings com restrições de horários e de fluxo de consumidores.

Além disso, O Burger King reiterou que o processo de retomada de suas atividades está sendo avaliado diariamente pelo comitê. Sendo assim, o número de aberturas poderá ter oscilações de acordo com os desdobramentos da pandemia.

Aumento da participação da APG Asset no Burger King

O Burger King informou, em meados de maio, que a corretora APG Asset aumento sua participação na empresa para 5,25%. Assim, a APG passou a deter 11.979.054 ações da rede de restaurantes e possui, agora, uma participação relevante na companhia.

A APG Asset Management informou que, com exceção das ações indicadas no comunicado [do Burger King], não detém quaisquer outros valores mobiliários ou derivativos relacionados ou referenciados em ações de emissão da Companhia.

Juliano Passaro

Compartilhe sua opinião