Negócios

Controladora do Burger King registra queda de 80% no lucro no 3T19

0

A BK Brasil (BKBR3), controladora do Burger King e Popeyes, registrou um lucro líquido de R$ 5,4 milhões. Esse valor é equivalente a uma queda de 80% em comparação com o registrado no mesmo período no ano passado, R$ 27 milhões.

De acordo com a dona do Burger King, a queda no lucro líquido foi devido “a pressão na margem bruta, ao ambiente econômico e a maior concorrência”. A receita líquida cresceu 18,4%, para R$ 723,3 milhões, por sua vez, a receita operacional líquida estável em relação ao trimestre anterior.

O avanço de vendas comparáveis em relação ao terceiro trimestre de 2018 teve um avanço de 9,2% devido as vendas digitais.

As despesas operacionais tiveram alta de 22,4%, para R$ 420 milhões, os seguintes itens influenciaram nesse resultado:

  • despesas com vendas  (+21,4%)
  • despesas gerais e administrativas (+34,6%)

As despesas com vendas nos restaurantes apresentaram 47,8% da receita operacional líquida, equivalente a um aumento de 1,1 ponto percentual.

Confira Também: Burger King: 3G Capital poderá ter maior fatia após follow-on

O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) teve avanço de 42%, para R$ 103,5 milhões. A margem Ebtida subiu 2,4 p.p para 14,3%. Por sua vez, o Ebtida ajustado subiu 50% a R$ 115 milhões, a margem atingiu alta de 15,9%, aumento de 3,3 p.p.

Presidente do Burger King renuncia

Na última quinta-feira (7), a BK Brasil informou que recebeu a carta de renúncia do presidente do conselho de administração da companhia, Guilherme de Araújo Lins. Além disso, outro membro do conselho, Bruno Augusto Sacchi Zaremba, enviou carta renunciando seu cargo de membro efetivo.

“Em vista da renúncia manifestada pelo Sr. Guilherme de Araújo Lins, o respectivo conselheiro eleito na Assembleia Geral Ordinária da Companhia como seu suplente, Sr Marcos Grodetzky, assumirá as funções atualmente exercidas e de competência do Presidente do Conselho de Administração”, informou a BK Brasil por meio do fato relevante.

“No menor prazo possível, os atuais membros do Conselho de Administração da Companhia reunir-se-ão para eleger o conselheiro a ocupar definitivamente o cargo de Presidente do Conselho”, completou a controladora do Burger King.

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.