Negócios

BRF: Arábia Saudita suspende exportação de frango de duas unidades

0

A BRF (BRFS3) comunicou ao mercado nesta segunda-feira (17) que o serviço sanitário da Arábia Saudita (SFDA) suspendeu temporariamente dois estabelecimentos da empresa brasileira para exportação de carne de frango.

A SFDA informou que a medida é temporária e solicitou às autoridades brasileiras detalhes sobre as investigações conduzidas entre 2014 e 2018 sobre supostas violações cometidas pela BRF na produção de alimentos.

Na ‘Operação Trapaça’, desdobramento da ‘Operação Carne Fraca’, a companhia brasileira foi acusada pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter cometido irregularidades na fabricação de rações e compostos utilizados na criação e engorda de aves e suínos abatidos.

Os dois estabelecimentos que estão suspensos são localizados em:

  • Dois Vizinhos –  Paraná
  • Francisco Beltrão – Paraná

“O impacto negativo dessa medida para a BRF se restringe às exportações da planta de Dois Vizinhos, que vinha operando com um volume de aproximadamente 6 mil toneladas/mês de exportação para a Arábia Saudita. A planta de São Francisco Beltrão não estava realizando embarques ao país”, informou vice-presidente de relações com investidores, Carlos Alberto Bezerra de Moura.

Apesar de duas plantas serem suspensas, a companhia reitera que ainda há cinco habilitadas para a Arábia Saudita.

Cade inciará investigação contra BRF e JBS

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abrirá uma investigação contra a BRF e a JBS (JBSS3). O órgão de defesa deverá verificar a existência de uma suposta formação de cartel nos setores da carne suína e de aves.

Saiba Mais: Cade iniciará investigação contra BRF e JBS 

A informação sobre a possível abertura de uma investigação contra a BRF e JBS foi divulgada no dia 30 de janeiro pelo colunista do jornal “O Globo”, Lauro Jardim.

Segundo o jornalista, a investigação teria se inciado após declarações dos presidentes das duas gigantes das carnes. Em um evento promovido pelo Credit Suisse, Gilberto Tomazoni, da JBS, e Lorival Luz, da BRF, declararam que repassariam a alta do milho no mercado interno aos preços das carnes de frango e suína.

Telegram Suno

Compartilhe a sua opinião

Poliana Santos
Poliana Santos escreve sobre economia e política para o portal Suno Notícias. Antes, colaborou na Rádio Gazeta AM, onde era responsável pela produção do programa Bom Dia Gazeta. É estudante da Faculdade Cásper Líbero.